PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE PACIENTES COM DISTÚRBIOS CARDIOVASCULARES ATENDIDOS NO PRONTO SOCORRO DE UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO

Benedita Gonçales de Assis Ribeiro, Julia Trevisan Martins, Maria Cristina Cescatto Bobroff, Juliana Helena Montezeli, Thiago Zamariola Gomes Gomes

Resumo


RESUMO

Objetivo: caracterizar os pacientes com distúrbios cardiovasculares atendidos no pronto socorro de um hospital universitário do norte do Paraná. Método: estudo epidemiológico retrospectivo, no qual se consultaram 287 prontuários. Os dados foram anotados em um formulário estruturado, analisados por meio de estatística descritiva e discutidos descritivamente. Resultados: a maioria dos atendimentos ocorreu com indivíduos do sexo masculino, idade acima de 70 anos, de cor branca e não tabagista. Houve maior frequência de insuficiência cardíaca, infarto agudo do miocárdio, aneurisma de aorta abdominal, síndrome coronariana e taquicardia supraventricular em homens e o acidente vascular cerebral e o rompimento de válvula mitral ocorreram somente em mulheres. Conclusão: os resultados revelam que é necessário o planejamento de intervenções que visem à prevenção das doenças cardíacas, diminuição de comorbidades, início de tratamento precoce para que se diminuam os agravos e promova-se a saúde da população. 

DESCRITORES: Doenças Cardiovasculares; Perfil de Saúde; Estudos Epidemiológicos.

 


Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS

World Health Organization (WHO).Global Atlas on Cardiovascular Disease Prevention and Control. Geneva: World Health Organization, 2011.

DATASUS [Internet] Brasília: Ministério da Saúde (BR). Departamento de Informática do SUS (DATASUS). Sistema de informação sobre mortalidade (SIM). [acesso 15 jun 2013]. Disponível em:

SpinelLf, Puschel VAA. Perfil de estilo de vida de pessoas com doença cardiovascular. Rev Gaúcha Enferm. 2007 dez; 28(4):534-541.

Scherr C, Ribeiro JP. Colesterol e gorduras em alimentos brasileiros: implicações para a prevenção da aterosclerose.ArqBrasCardiol. 2009 mar; 92(3):190-194.

Jurkiewicz R, Romano BW. Doença arterial coronariana e vivência de perdas.ArqBrasCardiol. 2009 out; 93(4):352-359.

Teixeira MM, Santos VE, Silva AMP, Santos ALS, Lacerda LCA et al. perfil clínico-epidemiológico dos portadores de doenças cardiovasculares em petrolina, pernambuco, brasil Revenferm UFPE online [internet]. 2010 nov./dez. [acesso em: 06 ago 2013];4(spe):1901-908. Disponível em: http://www.revista.ufpe.br/revistaenfermagem/index.php/revista/article/view/1130/pdf_250

André C. Manual de AVC. Rio de Janeiro: Revinter, 2006.

Loures VA, Noronha MFA, Bastos RG, Girardi JM. Aspectos clínicos e epidemiológicos da insuficiência cardíaca. HU Ver. 2009 abr./jun.; 35(2):89-96.

Vanessa Teich, Denizar Vianna Araujo Estimativa de Custo da Síndrome Coronariana Aguda no Brasil RevBrasCardiol. 2011;24(2):85-94

Escosteguy CC, Portela MC, Medronho RA, Vasconcellos MTL. Infarto agudo do miocárdio: perfil clínico-epidemiológico e fatores associados ao óbito hospitalar no município do Rio de Janeiro.ArqBrasCardiol. 2003; 80(6):593-599.

Piegas LS, Feitosa G, Mattos LA, Nicolau JC, Rossi Neto JM, Timerman A, et al. Sociedade Brasileira de Cardiologia. Diretriz da Sociedade Brasileira de Cardiologia sobre Tratamento do Infarto agudo do Miocárdio com Supradesnível do Segmento ST. ArqBrasCardiol. 2009;93(6 supl.2):179-264.

Carvalho ATY, Santos AJ, Gomes CAP, Martins ML, Santos VP et al. Aneurisma da aorta abdominal infrarrenal: importância do rastreamento em hospitais do Sistema Único de Saúde na região metropolitana de Salvador - Bahia. JVasc Bras. 2012;11(4): 289-300.

Teich V, Araujo DV. Estimativa de Custo da Síndrome Coronariana Aguda no Brasil. RevBrasCardiol. 2011;24(2):85-94

Reis AF, Salis LHA, Macrini JLR, Dias AMC, Chilinque MGL,et al. Síndrome Coronariana Aguda: morbimortalidade e prática clínica em pacientes do município de Niterói (RJ) Rev SOCERJ. 2007;20(5):360-371

Bonomo MAS, Araujo TCCF. Psychological Approach to the Cardiac Arrhythmias: Focus on the Emotions, Cardiac Arrhythmias - New Considerations. 2012. [acesso em: 06 ago 2013]. Disponível em: http://www.intechopen.com/books/cardiac-arrhythmias-new-considerations/psychological-approach-to-thecardiac-arrhythmias-a-focus-on-the-emotions

Cavalcante TMC, Lopes RS. O atendimento à parada cardiorrespiratória em unidade coronariana segundo o Protocolo Utstein. Acta Paul Enferm. 2006 mar;19(1):07-15.

Delacrétaz E. Supraventricular tachycardia. N Engl J Med. 2006;354(10):1039-59.

Franco RJS. Crise hipertensiva: definição, epidemiologia e abordagem diagnóstica. RevBrasHipertens. 2002; 9(4):340-345.

Sociedade Brasileira de Cardiologia / Sociedade Brasileira de Hipertensão / Sociedade Brasileira de Nefrologia. VI Diretrizes Brasileiras de Hipertensão. ArqBrasCardiol. 2010; 95(1):01-51, 2010.

Lorga Filho A, Lorga AM, Lopes ANG, Paola AAV, Costa AB et al. Diretriz de fibrilação atrial. ArqBrasCardiol. 2007; 89(6):210-237.




DOI: https://doi.org/10.18554/

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/