Dinâmica da paisagem na microbacia hidrográfica do Rio Mojuí, Oeste do Estado do Pará

Hugo Amancio Sales Silva, Sergio Campos

Resumo


A bacia hidrográfica do rio Mojuí, localizada nos municípios de Santarém e Belterra, no estado do Pará, vem sofrendo constantes explorações dos seus recursos naturais, principalmente devido à conversão de áreas com florestas em áreas agrícolas, principalmente para cultivo da soja. O objetivo deste trabalho foi caracterizar mapear e quantificar, em escala de semi detalhe, as áreas das classes de cobertura vegetal e uso da terra no período de 11 anos, como uso de imagens LANDSAT, órbita/ pontos 227/62, bandas TM 3, 4 e 5, referentes aos anos de 1999, 2005 e 2010, a dinâmica da paisagem na região. Baseando- se nos dados obtidos no levantamento de campo e com o suporte da fotointerpretação das cenas dos sensores nos anos estabelecidos pela pesquisa, foi definida uma legenda temática para classificação da vegetação e uso do solo na bacia, sendo identificadas sete formas de coberturas vegetais e uso do solo na área de abrangência da bacia: Floresta Ombrófila Densa, Sucessão Secundária, Floresta Ombrófila Densa Aluvial, Pastagem, Pastagem Degradada, Agricultura e Corpos D’água. No intervalo da pesquisa foi observado que a bacia hidrográfica do rio Mojuí perdeu 221,73 km² de coberturas vegetais naturais (Floresta Ombrófila Densa, Floresta Ombrófila Densa Aluvial) e que em 2005 a classe agricultura tornou-se a classe de maior expressão na bacia, com um aumento de aproximados 518,11% da área inicial da pesquisa. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.