MEMOREX: Desenvolvimento e avaliação inicial de um jogo computadorizado para treinamento cognitivo de idosos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18554/refacs.v9i1.5112

Palavras-chave:

Prática psicológica, Envelhecimento cognitivo, Jogos de vídeo.

Resumo

Este é um estudo de desenvolvimento, realizado entre os anos de 2018 e 2019, em Uberaba, com o objetivo de desenvolver um jogo para treinamento cognitivo, chamado Memorex, e realizar a avaliação inicial de sua efetividade com idosos comunitários. A pesquisa foi dividida em 2 etapas: criação do jogo e verificação da eficiência. Inicialmente foi desenvolvido um jogo eletrônico com sete tarefas cognitivas, que permite caracterizar o jogador e gera um relatório de uso. A adequação do Memorex foi avaliada por dois juízes especialistas. Após sua criação 58 idosos foram avaliados, divididos entre grupo experimental e grupo controle Houve avaliação pré e pós-teste de aspectos cognitivos. Verificou-se melhora cognitiva dos idosos que passaram pela intervenção no pós-teste quando comparados aos idosos que não receberam a intervenção, mostrando a utilidade do Memorex como treino cognitivo e seu potencial para uso com idosos.

Biografia do Autor

Sabrina Martins Barroso, Professora Adjunta da Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Psicóloga. Especialista em Avaliação Psicológica e Desenvolvimento Humano. Mestre em Psicologia. Doutora em Saúde Pública. Professora Adjunta da Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Maria Gabriela Longo

Psicóloga. Especialista em Análise do Comportamento pela Universidade Federal de São Carlos

Ana Laura Domingues de Sousa

Psicóloga. Profissional autônoma

Larissa da Costa Formaji, UFTM

Graduanda em Psicologia pela UFTM

Larissa Lacerda Diniz, UFTM

Graduanda em Psicologia pela UFTM

Referências

Schafer JL, Rigoli MM, Kristensen CH. Focos de atenção no idoso. In: Cordioli AV, Grevet EH, organizadores. Psicoterapias: abordagens atuais. 4ed. Porto Alegre: Artmed; 2019. cap. 23, p. 585-609.

Souza LHR, Brandão JCS, Fernandes AKC, Cardoso BLC. Queda em idosos e fatores de risco associados. Rev Atenç Saúde [Internet]. 2017 [citado em 05 nov 2020]; 15(54):55-60. DOI: https://doi.org/10.13037/ras.vol15n54.4804

Chu-Man L, Chang MY, Chu MC. Effects of mahjong on the cognitive function of middle-aged and older people. Int J Geriatr Psychiatry. 2015 [citado em 04 nov 2020]; 30(9):994-7. DOI: http://doi.org/10.1002/gps.4307

Lin HC, Chiu YH, Chen YJ, Wuang YP, Chen CP, Wang C-C, et al. Continued use of an interactive computer game-based visual perception learning system in children with developmental delay. Int J Med Inform. 2017 [citado em 05 nov 2020]; 107:76-87. DOI: http://doi.org/10.1016/j.ijmedinf.2017.09.003

Cruz VLP, Toni PM, Oliveira DM. As funções executivas na Figura Complexa de Rey: relação entre planejamento e memória nas fases do teste. Bol Psicol. [Internet] 2011 [citado em 05 nov 2020]; 61(134):17-30. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/bolpsi/v61n134/v61n134a03.pdf

Mourão Júnior CA, Faria NC. Memória. Psicol Reflex Crit. [Internet]. 2015 [citado em 05 de novembro de 2020]; 28(4):780-8. DOI: https://doi.org/10.1590/1678-7153.201528416

Sala G, Aksayli ND, Tatlidil KS, Tatsumi T, Gondo Y, Gobet F. Near and far transfer in cognitive training: a second-order meta-analysis. Collabra Psychol. [Internet]. 2019 [citado em 05 nov 2020]; 5(1):1-22. DOI: https://doi.org/10.1525/collabra.203

Peijnenborgh JCAW, Hurks PM, Aldenkamp AP, Vles JS, Hendriksen JGM. Efficacy of working memory training in children and adolescents with learning disabilities: a review study and metaanalysis. Neuropsychol Rehabil. [Internet]. 2016 [citado em 04 nov 2020]; 26(5-6):645-72. DOI: http://doi.org/ 10.1080/09602011.2015.1026356

Barroso SM. Treinamento cognitivo para idosos com comprometimento cognitivo leve. In: Mansur-Alves M, Silva JBL, organizadoras. Intervenção cognitiva: dos conceitos e métodos às práticas baseadas em evidências para diferentes aplicações. Belo Horizonte: T. Ser Editora; 2020. p. 357-562.

Au J, Sheehan E, Tsai N, Duncan GJ, Buschkuehl M, Jaeggi SM. Improving fluid intelligence with training on working memory: a meta-analysis. Psychon Bull Rev. [Internet]. 2015 [citado em 05 nov 2020]; 22(2):366-77. DOI: http://doi.org/ 10.3758/s13423-014-0699-x

Morrison AB, Chein JM. Does working memory training work? The promise and challenges of enhancing cognition by training working memory. Psychon Bull Rev. [Internet]. 2011 [citado em 30 out 2020]; 18(1):46-60. DOI: http://doi.org/ 10.3758/s13423-010-0034-0

Barroso SM, Pereira FE, Lopes DG, Machado JR, Curtiço Júnior JH. Treinamento cognitivo de atenção e memória de universitários com jogos eletrônicos. Psico [Internet]. 2019 [citado em 25 out 2020]; 50(4):e29466. DOI: https://doi.org/10.15448/1980-8623.2019.4.29466

Cardoso NO, Argimon IIL, Pereira VT. Jogos eletrônicos e a cognição em idosos - uma revisão sistemática. Psicol Caribe [Internet]. 2017 [citado em 25 out 2020]; 34(2):139-60. Disponível em: http://www.scielo.org.co/pdf/psdc/v34n2/2011-7485-psdc-34-02-00139.pdf. DOI: 10.14482/psdc.33.2.72784

Toril P, Reales JM, Ballesteros S. Video game training enhances cognition of older adults: a meta-analytic study. Psychol Aging [Internet]. 2014 [citado em 30 out 2020]; 29(3):706-16. DOI: http://doi.org/ 10.1037/a0037507

Barroso SM, Curtiço Júnior JH, Lopes DG, Pereira FE, Ruiz JM. Treinamento cognitivo de idosos com uso de jogos eletrônicos: um estudo de caso. Ciênc Cogn. [Internet]. 2018 [citado em 05 nov 2020]; 23(1):43-53. Disponível em: http://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/1396

Park JH, Park JH. Does cognition-specific computer training have better clinical outcomes than non-specific computer training? A single-blind, randomized controlled trial. Clin Rehabil. [Internet]. 2018 [citado em 05 nov 2020]; 32(2):213-22. DOI: http://doi.org/ 10.1177/0269215517719951

Dartigues JF, Foubert-Samier A, Le Goff M, Viltard M, Amieva H, Orgogozo JM, et al. Playing board games, cognitive decline and dementia: a French population-based cohort study. BMJ Open [Internet]. 2013 [citado em 05 nov 2020]; 3(8):e002998. DOI: http://dx.doi.org/10.1136/bmjopen-2013-002998

Ray NR, O’Connell MA, Nashiro K, Smith ET, Qin S, Basak C. Evaluating the relationship between white matter integrity, cognition, and varieties of video game learning. Restor Neurol Neurosci. [Internet]. 2017 [citado em 02 nov 2020]; 35(5):437-56. DOI: http://doi.org/10.3233/RNN-160716

Barbosa-Pereira D, Ferreira Junior LA, Souza ER, Galvão HA, Mendonça CM, Saldanha-Silva R, et al. Desenvolvimento e validade de conteúdo de um programa computadorizado de treino cognitivo para crianças. Rev Neuropsicol Latinoam. [Internet]. 2019 [citado em 10 de out 2020]; 11(3):52-65. Disponível em: https://www.neuropsicolatina.org/index.php/Neuropsicologia_Latinoamericana/article/view/450

Golino MTS, Schelini PW, Golino HF, Souza Pereira BL, Felix LM. Investigando evidências de validade de conteúdo e estrutural em tarefas de um treino cognitivo para idosos. Aval Psicol. 2017 [citado em 05 nov 2020]; 16(3):278-92. DOI: http://dx.doi.org/10.15689/ap.2017.1603.12431

Pergher V, Shalchy MA, Pahor A, Van Hulle MM, Jaeggi SM, Seitz AR. Divergent research methods limit understanding of working memory training. J Cogn Enhanc. [Internet]. 2019 [citado em 01 nov 2020]; 4:100-20. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007/s41465-019-00134-7. DOI:

https://doi.org/10.1007/s41465-019-00134-7

Hayat SA, Luben R, Dalzell N, Moore S, Hogervorst E, Matthews FE, et al. Understanding the relationship between cognition and death: a within cohort examination of cognitive measures and mortality. Eur J Epidemiol. [Internet]. 2018 [citado em 05 nov 2020]; 33:1049-62. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007/s10654-018-0439-z. DOI: https://doi.org/10.1007/s10654-018-0439-z

Barroso SM, Rosendo L. Uso de tecnologias por idosos de Uberaba. [Relatório final de iniciação cientifica]. Uberaba, MG: Universidade Federal do Triângulo Mineiro; 2018. 5p.

Holmes J, Gathercole SE, Dunning DL. Adaptive training leads to sustained enhancement of poor working memory in children. Dev Sci. [Internet]. 2009 [citado em 05 nov 2020]; 12(4):9-15. DOI: https://doi.org/10.1111/j.1467-7687.2009.00848.x

Oliveira M, Rigoni M, Andretta I, Moraes JF. Validação do Teste Figuras Complexas de Rey na população brasileira. Aval Psicol. [Internet]. 2004 [citado em 21 nov 2020]; 3(1):33-8. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/avp/v3n1/v3n1a04.pdf

Shulman KI, Gold DP, Cohen CA, Zucchero CA. Clock‐drawing and dementia in the community: a longitudinal study. Int J Geriatr Psychiatry [Internet]. 1993 [citado em 05 nov 2020]; 8(6): 487-96. DOI: https://doi.org/10.1002/gps.930080606

Leme IFAS, Rossetti MO, Pacanaro SV, Rabelo IS. Teste de Memória Visual de Rostos – MVR. São Paulo: Casa do Psicólogo; 2011. 72p.

Rueda FJM, Sisto FF. Teste Pictórico de Memória (TEPIC-M) Manual. São Paulo: Vetor; 2007. 67p.

Machin R, Couto MT, Silva GSN, Schraiber LB, Gomes R, Santos Figueiredo W, et al. Concepções de gênero, masculinidade e cuidados em saúde: estudo com profissionais de saúde da atenção primária. Ciênc Saúde Colet. [Internet]. 2011 [citado em 05 nov 2020]; 16(11):4503-12. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-81232011001200023

Endo, ACB, Roque MAB. Atenção, memória e percepção: uma análise conceitual da neuropsicologia aplicada à propaganda e sua influência no comportamento do consumidor. Intercom, Rev Bras Ciênc Comum. [Internet]. 2017 [citado em 05 nov 2020]; 40(1):77-96. DOI: https://doi.org/10.1590/1809-5844201715

Campos BSO. Classificação das estratégias de construção do Teste do Desenho do Relógio. [dissertação]. Rio de Janeiro: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro; 2017. 103p.

Publicado

2021-01-27