Práticas de escrita acadêmica em um Curso de Licenciatura em Letras

Jessica Paula Vescovi, Márcia Sipavicius Seide

Resumo


Subsidiada pela política do Publish or Perish das Universidades americanas (MOTTA ROTH; HENDGES, 2010), a prática da escrita acadêmica no Brasil é cada vez mais exigida para que haja o reconhecimento científico, o que também é comprovado pela aprovação de uma nova resolução (PARECER CNE/CP no. 2/2015), que estabelece novos rumos para a formação iniciada e continuada dos profissionais da educação, mais precisamente do magistério, estando explícita a importância da pesquisa, que é vista como um princípio educativo e formativo. Observando a necessidade de publicação de textos que possam divulgar a ciência e os estudos presentes na universidade, o presente trabalho tem o objetivo de investigar as práticas de escrita acadêmica em um curso de Licenciatura em Letras, de uma Universidade pública do interior do Paraná, intentando elencar quais as práticas existentes e o quão norteadores estas podem ser. Neste trabalho, será apresentado um estudo qualitativo, de cunho documental, do Projeto Político Pedagógico (PPP) do curso e dos Planos de Ensino (PE) das disciplinas cuja ementa apresenta alguma informação sobre a abordagem da escrita acadêmica em sala de aula. 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18554/i&fd.v3i2.1965

Apontamentos

  • Não há apontamentos.