A terapia ocupacional na promoção da saúde mental de adolescentes de uma escola pública

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18554/refacs.v10i2.6152

Palavras-chave:

Terapia ocupacional, Saúde mental, Promoção da saúde

Resumo

Objetivo: relatar uma experiência de ações de promoção à saúde mental de adolescentes no contexto escolar com a atuação da terapia ocupacional. Método: atividade realizada numa escola pública com alunos do ensino médio, no interior paulista em 2019, em cinco etapas (Dinâmica inicial; Fatores de risco e de proteção; Sofrimento psíquico e estratégias de enfrentamento; Dinâmica final; e, Acolhimento). Os dados obtidos foram registrados em diários de campo e a análise das falas. Resultados: participaram 79 adolescentes, com idades entre 15 a 18 anos, de três turmas diferentes, em três encontros. Os estudantes se envolveram de forma interativa, identificando fatores que podem ser prejudiciais ou favoráveis à sua saúde mental, e elencaram estratégias de enfrentamento diante das situações adversas em seus cotidianos. Conclusão: a terapia ocupacional, à luz da atenção psicossocial, pôde auxiliar na promoção de saúde mental de adolescentes, através de estratégias dialógicas e intersetoriais.

Publicado

2022-06-01

Edição

Seção

Relato de Experiência