ESPAÇOS PÚBLICOS: UMA INTERSECÇÃO COM O ELEMENTO ERÓTICO EM PRESENÇA DE ANITA, ROMANCE DE MÁRIO DONATO

Autores

  • Ana Carolina Sanches Borges

DOI:

https://doi.org/10.18554/rs.v2i02.32

Resumo

Os espaços públicos, em Presença de Anita (2001), são aqueles em que comparecem mais de duas pessoas e estão divididos em espaços públicos abertos, como uma praça ou uma praia, e espaços públicos fechados, como um cinema ou um restaurante. O erotismo pode contaminar esses lugares tanto quanto se pode deixar influenciar por eles. Por isso, em uma análise que visa à erotização espacial, o leitor deve observar os objetos presentes em determinado local, como eles auxiliam na construção do espaço erótico e como eles atuam no relacionamento dos personagens do romance. O presente artigo visa investigar os espaços públicos como topos que estimula os sentidos humanos e propicia o desejo, ressaltando a importância do espaço erótico na estruturação do romance Presença de Anita. Por não haver nenhum registro de trabalho sobre o tema, faz-se necessário um estudo em que se alie a abordagem temática do erotismo à categoria narrativa do espaço. A partir disso, questionar-se-á até que ponto os lugares coletivos inspiram o surgimento do elemento voluptuoso no texto e como isso contribui para o relacionamento entre as personagens da narrativa.

PALAVRAS-CHAVE: erotismo; espaço; público; aberto; fechado.

Downloads

Edição

Seção

Artigos