ACADÊMICOS DE ENFERMAGEM E O AUTOCUIDADO EM RELAÇÃO A DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS

Amina Regina Silva, Maria Itayra Padilha

Resumo


Objetivo: conhecer as medidas de autocuidado utilizadas por estudantes de graduação em enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina em relação a doenças sexualmente transmissíveis. Método: trata-se de uma pesquisa quantitativa descritiva, para cuja realização foi aplicado umquestionário direcionado a alunos de todas as fases do curso de graduação em enfermagem, totalizando uma amostra de 149 estudantes. Resultados/discussão: os dados obtidos por meio dessa metodologia revelaram divergências entre o conhecimento e a ação, levando-nos a refletir que, apesar do acesso à informação, os estudantes frequentemente negligenciam a importância do autocuidado no âmbito da vida pessoal. Conclusão: a divergência entre ação e conhecimento justifica relacionar o presente estudo com as referências ao déficit do autocuidado assinaladas na teoria do autocuidado de Dorothea Orem, por cujo efeito os sujeitos do estudo não conseguem, individualmente, exercer o autocuidado de maneira eficaz e autossuficiente.


Texto completo:

PDF PDF ENGLISH

Referências


Bastiani JAN. Trajetória histórica da AIDS em Florianópolis (1986 – 2006) [dissertação]. Florianópolis (SC): Universidade Fedeeral de Santa Catarina, Pós Graduação em Enfermagem, Universidade Federal de Santa Catarina, 2010.

Reis CB, Bernardes EB. What happens behind bars: prevention strategies developed in civilian police stations against HIV/AIDS and other sexually transmitted diseases.Ciênc saúde coletiva [Internet]. 2011 [Cited 2014 Abr 29]; 16(7):3331-8. Available from: http://www.scielo.br/pdf/csc/v16n7/32.pdf

Pequeno CS, Macedo SM, Miranda KCL. Aconselhamento em HIV/AIDS: pressupostos teóricos para uma prática clínica fundamentada. Rev bras enferm [Internet]. 2013 [Cited 2014 Abr 29]; 66(3):437-41. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672013000300020&lng=en&nrm=iso&tlng=pt

Praça NS, Freitas P, Kimura AF. Knowledge about HIV/AIDS on women’s health: a descriptive study with undergraduates. Online Braz J Nurs [Internet] 2013 [Cited 2014 Abr 29]; 12(2):359-76. Available from: http://www.objnursing.uff.br/index.php/nursing/article/view/3831/pdf_2

Vieira AC, Silveira LC, Franco TB. A formação clínica e a produção do cuidado em saúde e na enfermagem. Trab educ saúde [Internet]. 2011 [Cited 2014 Abr 19]; 9(1):9-24. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S19.

Val LF, Silva JAS, Rincón LA, Lina RHA, Barbosa RL, Nichiata LYI. Estudantes do ensino medio e o conhecimento em HIV/AIDS: que mudou em dez anos?. Rev esc enferm USP [Internet]. 2013 [Cited 2014 Abr 19]; 47(3):702-8. Available from:http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342013000300702

Santos I, Rocha RPF, Berardinelli LMM. Needs of nursing guidance for self-care of clients on hemodialysis therapy. Rev bra enferm [Internet]. 2011 [Cited 2014 Abr 29]; 64(2):335-42. Available from:http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672011000200018

Baquedano IR, Santos MA, Teixeira CRS, Martins TA, Zanetti ML. Factors related to self-care in diabetes mellitus patients attended at na emergency service in Mexico. Rev esc enferm USP [Internet]. 2010 Dez [Cited 2014 Abr 29]; 44(4):1013-9. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342010000400023&lng=pt&nrm=iso

Nogueira M, Silva M, Mata A. A teoria do autocuidado e sua aplicabilidade para a enfermagem no programa saúde da família. Covibra [Internet]. 2013. Available from: http://www.convibra.com.br/upload/paper/2012/70/2012_70_4028.pdf

Foster PC, Janssens NP, Dorothe EO. In: George JB. Teorias de enfermagem: os fundamentos para a prática profissional. Artes médicas. 1993. P. 90-108.

Ministério da Saúde (Brasil), Secretaria de Atenção à Saúde. Boletim Epidemiológico de Aids e DST: Ministério da Saúde; 2015.

Campo-Arias A, Ceballo GA, Herazo E. Prevalence of pattern of risky behaviors for reproductive and sexual health among middle- and high-school students. Rev Latino-am enfermagem [Internet]. 2010 [Cited 2014 Abr 29]. 18(2):170-4. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342013000300702

Rebello LEFS, Gomes R. Qual é a sua atitude?: Narrativas de homens jovens universitários sobre os cuidados preventivos com a AIDS. Saude soc [Internet]. 2012[Cited 2014 Abr 29]; 21(4):916-27. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-12902012000400011&lng=pt&nrm=iso&tlng=en

Silva FC, Vitalle MSS, Maranhão HS, Canuto MHA, Pires MMS, Fisberg M. Regional differences in knowledge, attitudes, and practice in emergency contraceptive use among health sciences university students in Brazil. Cad saúde pública [Internet]. 2010 [Cited 2014 Abr 20]; 26(9):1821-31. Available from:http://www.scielo.br/pdf/csp/v26n9/15.pdf

Almeida AS, Nogueira JA, Goldfarb MPL, Batista FL, Barreto AJQ, Moreira MASP, et al. Concepções de jovens sobre o HIV/AIDS e o uso de preservativos nas relações sexuais. Rev Gaúcha Enfermagem [Internet]. 2014 mar [Cited 2016 Abr 22]; 35(1): 39-46. Available from: http://seer.ufrgs.br/index.php/RevistaGauchadeEnfermagem/article/view/37074/28908

ROSSI-BARBOSA, Luiza Augusta Rosa; FERREIRA, Raquel Conceição; SAMPAIO, Cristina Andrade and GUIMARAES, Patrícia Neves.“Ele é igual aos outros pacientes”: percepções dos acadêmicos de Odontologia na clínica de HIV/Aids. Interface (Botucatu) [online]. 2014, vol.18, n.50, pp.585-596. Epub May 09, 2014. ISSN 1807-5762. http://dx.doi.org/10.1590/1807-57622013.0160.




DOI: https://doi.org/10.18554/reas.v5i1.1745

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/