PRÁTICAS EDUCATIVAS QUE ANCORAM A FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS EM UM CURSO DE BACHARELADO EM ENFERMAGEM

Luciana Dantas Farias de Andrade, Haline dos Santos Germano, Maria Bengelania Pinto, Luana Carla Santana Oliveira, Heloisy Alves de Medeiros, Édija Anália Rodrigues de Lima

Resumo


Introdução: É função do enfermeiro agir de forma a assegurar a construção de um modelo de atenção à saúde que procure responder aos desafios contemporâneos da administração e gestão. Objetivo: analisar os limites e possibilidades das práticas educativas utilizadas na disciplina “ADM I” do curso de Enfermagem. Metodologia: Pesquisa qualitativa, realizada com dez alunos. Fundamentou-se na TIPESC e partiu da análise de discurso proposta por Fiorin. Resultados e Discussão: Foram depreendidas as categorias empíricas: 1) A ótica contraditória dos discentes em relação à disciplina Administração e gestão em serviços de saúde I; 2) Limites e possibilidades do aspecto teórico do ensino da disciplina Administração e gestão em serviços de saúde I; 3) Concepção bancária versus concepção dialógica. Conclusão: Os professores demonstraram motivação para práticas educativas dialógicas em seu cotidiano acadêmico. No entanto, tais práticas continuam seguindo o modelo da educação bancária sendo, inclusive, solicitada pelos alunos.


Texto completo:

PDF PDF ENGLISH

Referências


Farias LD, Silva CC. Administração em enfermagem: desvelando as bases conceituais, metodológicas e pedagógicas de seu ensino em João Pessoa - PB. Cienc Cuid Saude 2008; Jan./Mar.; 7(1):37-44.

Chiavenato I. Princípios da administração: o essencial em teoria geral da administração. 2ª ed. São Paulo: Manole; 2012.

Dias EP. Conceitos de gestão e administração: uma revisão crítica. REAd. Rev. Eletronica Adm. 2002;1(1):01-12.

Nascimento AB. Registros da equipe de enfermagem como subsídio à gestão hospitalar. REAS [Internet]. 2014; 3(1):95-106.

Spagnol CA, Monteiro LAS, Paula CL, Bastos JM, Honorato JAG. Vivenciando situações de conflito no contexto da enfermagem: o esquete como estratégia de ensino-aprendizagem. Esc. Anna Nery. 2013;17(1):184-9.

Grillo MJC, Silva KL, Sena RR, Tavares TS. A formação do enfermeiro e a necessidade de consolidação do Sistema Nacional de Saúde. REAS [Internet]. 2013; 2(2 N Esp):57-68.

Carvalho GCG, Leonel LCPC, Souza MCBM, Lucchese R, Fernandes CNS. Grupo operativo como estratégia para acompanhamento do projeto pedagógico de curso em enfermagem. Rev. Rene. 2014 mai.-jun.;15(3):427-35.

Egry EY. Saúde coletiva: construindo um novo método em enfermagem. São Paulo: Ícone; 1996.

Brasil. Ministério da Saúde. Resolução n. 466, de 12 de dezembro de 2012. Aprova as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Diário Oficial da União, 13 jun. 2013. Seção 1, p. 59.

Araújo DV, Silva CC, Silva ATMC. Formação da força de trabalho em saúde: contribuição para a prática educativa em enfermagem. Cogitare Enferm. 2008;13(1):252-9.

Fiorin JL. Elementos de análise de discurso. 13ª ed. São Paulo: Contexto; 2005.

Oliveira DJA, Caggy RCSS. Análise dos fatores influenciadores do desempenho acadêmico de estudantes de administração: um olhar do docente. Formadores: vivencias e estudos. 2013;6(1):05-28.

Silva JC, Rozendo CA, Brito FMM, Costa TJG. A percepção do formando de enfermagem sobre a função gerencial do enfermeiro. Rev. Eletr. Enf. 2012;14(2):296-303.

Formiga JMM, Germano RM. Por dentro da história: o ensino de administração em enfermagem. Rev. Bras. Enferm. 2005;58(2):222-226.

Bruno LENB. Relações de trabalho e teorias administrativas. Série Ideias. 2001;16(1):125-39.

Freire P. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra; 2010.

Campos CJG, Sobral FR. Estratégia problematizadora: relato de experiência na disciplina processo de cuidar em enfermagem psiquiátrica. Rev. Rene. 2013;14(5):1041-9.

Linhares FMP, Pontes CM, Osório MM. Construtos teóricos de Paulo Freire norteando as estratégias de promoção à amamentação. Rev. Bras. Saúde Matern. Infant. 2014 out./dez.;14 (4):433-9.




DOI: https://doi.org/10.18554/reas.v7i1.1989

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/