DOS PÉS COMO DILDO: UMA ANÁLISE CONTRASSEXUAL DA POESIA DE GLAUCO MATTOSO

JOÃO PEDRO CERDEIRA

Resumo


Este artigo tem como objetivo discutir os aspectos queer no interior da  poesia do escritor brasileiro Glauco Mattoso, a partir de elementos como a violência e da podolatria - amplamente presentes no trabalho do autor. Para tal empreitada, nos valeremos principalmente dos conceitos de “contrassexualidade” e “dildo” cunhados pelo filósofo Paul Beatriz Preciado em seu Manifesto Contrassexual (2014) como chaves de leitura para a obra de Mattoso.

Texto completo:

p.132-146


DOI: https://doi.org/10.18554/ri.v11i2.3423

Apontamentos

  • Não há apontamentos.