A UMA ANÁLISE SEMIÓTICA DO POEMA ANNABEL LEE, DE EDGAR ALLAN POE

Fernanda Cristina Araújo Batista

Resumo


Este trabalho visa a realizar uma análise do poema Annabel Lee, de Edgar
Allan Poe, sob as perspectivas da semiótica greimasiana. Utilizamos a teoria do
percurso gerativo de sentido, iniciando a análise pelas estruturas do nível narrativo
para passar àquelas do nível discursivo e, por fim, chegar às estruturas do nível
fundamental. Também fizemos referências ao romance  Lolita, de Vladimir Nabokov,
que retoma o poema, a fim de compreender como e por que ocorreu essa retomada.

Palavras-chave: Semiótica greimasiana; percurso gerativo de sentido; Annabel Lee.



Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18554/ri.v2i02.91

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 ISSN 1981-0601

 Qualis B2 (LINGUíSTICA E LITERATURA/ Quadriênio 2013-2016)