Caracterização de argamassas produzidas com cinza do bagaço de cana-de-açúcar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18554/rbcti.v4i1.3370

Palavras-chave:

Areia, Argamassa, Cinza do Bagaço de Cana-de-açúcar, Sustentabilidade.

Resumo

Nos últimos anos, percebeu-se uma preocupação da sociedade com a preservação do meio ambiente e, consequentemente, com o crescente acúmulo de resíduos e dejetos de diferentes origens. Dentre esses resíduos, a cinza produzida a partir da queima do bagaço da cana-de-açúcar vem ganhando muita importância nesse cenário, já que se trata de uma fonte alternativa de energia renovável e sustentável.  Assim, o  objetivo principal deste trabalho foi caracterizar e analisar a influência da cinza do bagaço de cana-de-açúcar na resistência à compressão e na absorção de água por capilaridade de argamassas de cimento Portlad. As cinzas do bagaço de cana-deaçúcar e a areia utilizada nos ensaios foram caracterizadas quanto à sua distribuição granulométrica e massa específica. Foram moldados diversos corpos-de-prova de argamassas com substituição de 0, 30, 50 e 100% da areia utilizada como agregado miúdo por cinzas do bagaço de cana-de-açúcar. Foi utilizada como comparador a argamassa comum com substituição de 0%. O ensaio de resistência à compressão foi realizado após 3, 7 e 28 dias da moldagem dos corpos-de-prova e o ensaio de absorção de água por capilaridade foi realizado após 28 dias, no intervalo de 3h, 6h, 24, 48h e 72h após a colocação dos corpos-de-prova em contato com a água. Os resultados mostram que a cinza do bagaço de cana-de-açúcar apresenta melhorias significativas, tanto para resistência à compressão, quanto para a absorção de água por capilaridade nas argamassas. Assim, conclui-se que a cinza do bagaço de cana-de-açúcar pode ser utilizada em substituição à areia fina na fabricação de argamassas de cimento Portland.

Biografia do Autor

Renato Michael Zanella, Universidade de Uberaba, Departamento de Engenharia Civil

Graduação em Engenharia Agrícola da Universidade Estadual de Maringá.

Paulo Roberto Garcia, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Instituto de Ciências Tecnológicas e Exatas, Departamento de Engenharia Civil, Uberaba –MG.

Graduado em Engenharia Civil pela Universidade de Uberaba (1980), mestre em Engenharia Civil pela Universidade Estadual de Campinas (2002). Atualmente é professor da engenharia civil na Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM).

Gabriella Faina Garcia

Graduada em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar.

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 12653: Cimento Portland composto. Rio de Janeiro, 1991. 4 p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 13281: Argamassa para assentamento e revestimento de paredes e tetos - Requisitos. Rio de Janeiro, 2001. 3 p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 5738: Moldagem e cura de corpos-de-prova cilíndricos ou prismáticos de concreto. Rio de Janeiro ,1994. 6 p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 7211: Agregados para concreto. Rio de Janeiro ,1983. 5 p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 7215: Determinação da resistência à compressão. Rio de Janeiro ,1996. 8 p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 7216: Amostragens de agregados. Rio de Janeiro ,1996. 4 p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 7217: Agregados - Determinação da composição granulométrica. Rio de Janeiro ,1987. 3 p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9776: Determinação da massa específica de agregado miúdo por meio do frasco Chapman. Rio de Janeiro, 1987. 3 p.

COIMBRA, M. A., DOS SANTOS, W. N., MORELLI, M. R. Recuperação de resíduos inorgânicos para a construção civil. Cerâmica, São Paulo, v. 48, n. 306, junho de 2002. p 44-48. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ce/v48n306/10678.pdf>. Acesso em: 03 de março de 2018.

DO CARMO, J. B. M. Análise comparativa do desempenho de concretos compostos com sílica ativa e metacaulim face à resistência mecânica e à viabilidade econômica. 2006. 154 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia e Ciência dos Materiais) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2006.

FREITAS, E. S. Caracterização da cinza do bagaço da cana-de-açúcar do município de campos dos Goytacazes para uso na construção civil. 2005. 97 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - UENF, Campos dos Goytacazes - RJ, 2005.

KAWABATA, C.Y. Aproveitamento de cinzas da queima de resíduos agroindustriais na produção de compósitos fibrosos e concreto leve para a construção rural. 2008. 165 f. Tese (Doutorado) - Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, Pirassununga, 2008.

ZARDO, A. M. et al. Utilização da cinza do bagaço de cana-de-açúcar como “filler” em compostos de fibrocimento. In: I CONFERÊNCIA LATINO-AMERICANA DE CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL E X ENCONTRO NACIONAL DE TECNOLOGIA DO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 2004, São Paulo, Brasil. Anais... São Paulo: conferência latino-americana de construção sustentável e x encontro nacional de tecnologia do ambiente construído - CLACS e ENTAC, 2004. 1 CD-ROM.

Downloads

Publicado

2019-05-07

Edição

Seção

Artigos Originais