Sobre a Revista

Foco e Escopo

Revista acadêmica internacional (periodicidade semestral) que publica trabalhos referentes à educação, tendo como premissa uma discussão alinhada a temas e a referenciais do campo da educação popular. Aceitamos pesquisas originais (que ainda não tenham sido publicadas em outros periódicos), compreendendo artigos, resenhas, relatos de experiência e entrevistas com pesquisadores reconhecidos pela produção científica/intelectual. Em nossos volumes, além de números abertos, também publicamos edições temáticas (dossiês) organizadas por pesquisadores da área de educação. A revista difunde conteúdo cientifico de acesso aberto (avaliado por pares e indexado) direcionado, sobretudo, a docentes e a pesquisadores em diversos estágios de formação (iniciação científica, mestrado, doutorado e pós-doutorado), publicando contribuições teóricas e trabalhos empíricos dedicados a analisar e a subsidiar políticas públicas educacionais, ressaltando o debate em educação popular na América Latina.

Processo de Avaliação pelos Pares

O sistema de avaliação e o processamento dos julgamentos de mérito percorrem quatro etapas:

1. Desk review dos editores e da equipe editorial, verificando os critérios de originalidade, a adequação ao escopo do periódico, o cumprimento das normas editoriais e a política antiplágio. Todos os trabalhos são avaliados pelos editores antes de serem encaminhados aos pareceristas, tendo em vista a adequação ao escopo, a saber, a educação popular. Apenas os trabalhos aprovados no desk review são encaminhados aos avaliadores ad hoc.

2. Os trabalhos são submetidos a dois pareceristas ad hoc (externos) para análise especializada de conteúdo. Para a escolha dos pareceristas, privilegiamos a diversidade institucional e regional. As contribuições são avaliadas conforme o sistema double-blind peer review, ou seja, autores e pareceristas não são identificados no artigo nem no formulário de parecer.

3. Caso os pareceristas emitam apreciações divergentes em relação ao mesmo texto, a contribuição será encaminhada a um terceiro avaliador externo ou será analisada por membros da equipe editorial e do conselho consultivo.

4. Para contribuições aprovadas com modificações indicadas pelos pareceristas, as alterações feitas pelos(as) autores(as) são cotejadas com o conteúdos dos pareceres pela equipe editorial. Após a validação, o aceite final é emitido e a contribuição tem sua publicação agendada, conforme planejamento editorial.

 

Os pareceristas ad hoc (externos) desempenham uma função consultiva referente ao mérito da contribuição avaliada. Os critérios gerais de avaliação para os pareceristas são os seguintes:

1. Adequação da contribuição ao escopo da revista

2. Formatação básica: margens, referências no corpo do texto, referências bibliográficas e espaçamento entrelinhas.

3. Orientação a partir das normas de formatação do periódico.

4. Clareza e qualidade da redação

5. Pertinência dos argumentos desenvolvidos

6. Diálogo com a bibliografia especializada

7. Consistência teórico-metodológica da contribuição

8. Relevância da contribuição para a área, tendo em vista a abordagem e o desenvolvimento da pesquisa a partir das discussões correntes no campo científico

 

Os editores e a equipe editorial desempenham uma função consultiva e deliberativa referente ao mérito e ao enquadramento da contribuição junto ao escopo da revista. Os critérios gerais de avaliação interna são os seguintes:

1. Adequação do texto ao escopo do periódico

2. Formatação e apresentação do texto

3. Adequação às normas editoriais da revista

4. Pertinência da contribuição para a área

Periodicidade

Revista científica semestral que publica números regulares e dossiês em julho e em dezembro. O periódico conta também com eventuais números especiais (dossiês) organizados por docentes e pesquisadores convidados pelo conselho editorial e considerados referências em suas áreas.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Licença e indexadores

Licença Creative Commons A revista Cadernos CIMEAC está licenciada com uma licença Creative Commons. Para informações sobre as condições colocadas pela licença, clique no ícone ou no link. Oferecemos conteúdo de acesso aberto e avaliado por pares no sistema double-blind peer review. Trata-se de um periódico sem fins lucrativos que não cobra taxas de submissão dos autores, nem inscrição. Nosso conteúdo está indexado e referenciado nas seguintes bases de dados e bibliotecas nacionais e internacionais:

MIAR (Universitat de Barcelona, Espanha)

Directory of Open Access Journals (Universidade de Lund, Suécia)

Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (Conselho Superior de Pesquisas Científicas, CSIC, Espanha)

ROAD (Unesco, Suíça)

Universiteitsbibliotheek Gent (Bélgica)

KTH Royal Institute of Technology (Suécia)

Masland Library (Cairn University, Estados Unidos)

Iowa State University Library (Estados Unidos)

JournalTOCs (Heriot-Watt University, Reino Unido)

Sherpa/Romeo (University of Nottingham, Reino Unido)

Latindex (Universidad Nacional Autónoma de México, México)

Bielefeld Academic Engine (Universität Bielefeld, Alemanha)

Sistema Documentale (Università Cattolica del Sacro Cuore, Itália)

University of Wisconsin-Madison Libraries (EUA)

University of New South Wales Library (Austrália)

Babord, Université de Bordeaux (França)

Det Kongelige Bibliotek og Københavns Universitets (Dinamarca)

Programa Hinari (Organização Mundial da Saúde, Suiça)

OpenAIRE (União Europeia)

Nara Institute of Science and Technology (Japão)

Pusan National University (Coreia do Sul)

University of Saskatchewan (Canadá)

University of Guelph (Canadá)

Biblioteka Uniwersytecka we Wrockawiu (Universidade de Varsóvia, Polônia)

Biblioteca da Universidade de Helsinki (Finlândia)

Ministério de Educación, Cultura, Ciencia y Tecnología (Argentina)

National Library of Israel (Israel)

Periódicos CAPES (Brasil)

University of New South Wales (Austrália)

Biblioteca UNAM (Universidad Nacional Autónoma de México, México)

Jykdok / University of Jyväskylän (Finlândia)

Knihovna Filosofického ústavu AV CR (Instituto de Filosofia da Academia de Ciências, República Tcheca)

Heal Link (Universidade Aristóteles de Salonica, Grécia)

Ajman University Library (Emirados Árabes Unidos)

Universiteit van Amsterdam Bibliotheek (Holanda)

Vrije Universiteit Brussel (Bélgica)

Biblioteca Universitaria di Lugano (Università della Svizzera Italiana, Suíça)

Princeton University Library (Estados Unidos)

Beardslee Library (Western Theological Seminary, Estados Unidos)

National Taiwan Normal University (Taiwan)

Système Universitaire de Documentation - SUDOC (França)

Robert Gordon University (Escócia)

Acadia University (Canadá)

Mary Immaculate College / University of Limerick (Irlanda)

Diadorim (IBICT, Brasil)

Scilit (Suíça)

Crossref (Estados Unidos)

BIU Santé (Université Paris Descartes, França)

MIT Libraries (MIT, Estados Unidos)

EuroPub (Academic and Scholarly Publication Center, Reino Unido)

Edward G. Miner Library (University of Rochester, Estados Unidos)

University of Modern Sciences Library (Emirados Árabes Unidos)

Bates College (Estados Unidos)

Core (The Open University, Reino Unido)

Google Scholar (Google, Estados Unidos)

WorldCat (Estados Unidos)

Apoio institucional

Programa de Pós-Graduação em Educação da UFTM

Editora da UFTM