Chamada de artigos - Dossiê "Educação e povos indígenas: debates e práticas interculturais"

Dossiê "Educação e povos indígenas: debates e práticas interculturais"


Organizadora: Prof.ª Dr.ª Daniela Bueno de Oliveira Américo de Godoy
Doutora em Psicologia pela USP
Pós-doutorado pela USP

 

As questões indígenas têm marcado presença nos debates políticos e na investigação social para além da esfera antropológica. No entanto, além de uma abordagem interdisciplinar, esse campo clama pela perspectiva analítica e pelo protagonismo de seus povos. Especificamente em relação ao âmbito educacional, a pressão exercida pelo movimento indígena possibilitou que a Constituição Federal de 1988 garantisse a educação intercultural e bilíngue aos povos indígenas; o que posteriormente abrangeu também as licenciaturas interculturais. Mais recentemente, um acesso mais amplo a cursos regulares na educação superior tem favorecido o contato e o debate entre diversas culturas. A interculturalidade desponta como horizonte dialógico entre diferentes epistemologias, ontologias e pedagogias. Tendo em vista que a participação nos vários níveis da educação ocidental pode implicar a consolidação de uma arena sócio-política de afirmação e valorização cultural, esse dossiê visa abordar encontros e confrontos relativos à educação escolar indígena na atualidade. Dentre eles destacamos: gestão escolar e estrutura institucional; educação básica, ensino superior e pós-graduação; produção de material didático; impacto e implementação de políticas públicas; lutas políticas, direitos e demandas; colonização e descolonização de corpos e saberes; oralidade e escrita; formalismo curricular e práticas inovadoras; conhecimento tradicional e ocidental, ancestralidade, espiritualidade e ciência; autonomia e projetos de sociedade; subjetividade, identidade e interculturalidade; sociedade inclusiva; articulação entre o território tradicional e o contexto urbano. Com o intuito de favorecer um debate real sobre essa temática, contamos principalmente com contribuições de intelectuais indígenas acerca dessas questões. Esperamos desta forma compartilhar saberes, experiências, anseios e, quiçá, um porvir intercultural que seja capaz de abarcar a riqueza cultural e étnica de nosso país.

 

Cronograma de atividades:
09/04/2017 – Prazo final para submissão de textos
04/06/2017 – Emissão de pareceres
30/06/2017 – Envio da versão final dos textos
Julho de 2017 – Publicação do dossiê

 

As contribuições devem ser encaminhadas pelo e-mail da revista (cadernoscimeac@gmail.com) e pelo sistema SEER. No envio por e-mail, o(a) autor(a) deve informar que se trata de uma contribuição ao dossiê "Educação e povos indígenas: debates e práticas interculturais". Todos os textos devem seguir as regras publicadas nas diretrizes para autores.