PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DA HIPERTENSÃO E DIABETES EM MULHERES.

Sabrine Nava, Iona Carreno, Claudete Rempel, Glademir Schwingel, Luis Felipe Pissaia, Paola Belé

Resumo


Objetivo: identificar o perfil epidemiológico da Hipertensão Arterial Sistêmica e Diabetes Mellitus referido pelas mulheres, Lajeado/RS, entre 2011 e 2013. Método: estudo descritivo e exploratório, realizado com dados cadastrados no Sistema de Informação da Atenção Básica, incluídas todas as mulheres acima de 20 anos. A análise estatística foi descritiva e analítica. Resultado: entre os resultados destaca-se que a hipertensão, em 2013, foi de 20,4%; e o diabetes, no mesmo ano foi de 4,2%, mantendo-se dentro do parâmetro nacional aceitável. Constatou-se que, a idade aumentada reflete no aumento de hipertensão e diabetes, especialmente em mulheres acima de 50 e 60 anos, respectivamente. Conclusão: conhecer o perfil epidemiológico da população local serve como alerta aos gestores e às equipes de saúde para repensar sobre a criação e implantação de novas estratégias que possibilitariam melhoria nas condições de vida da população.


Texto completo:

PDF

Referências


World Health Organization. Preventing chronic diseases: a vital investment. Geneva; 2005. (WHO global report).

International Diabetes Federation. IDF Diabetes Atlas Sixth Edition Poster Update 2014. Bruxelas, Bélgica; 2014.

World Health Organization. Issues of communication and risk. World Health Report 2012: from no communicable diseases & mental health (NMH) communications. Geneva: World Health Organization; 2012.

Mendes, EV. SUS: 25 anos. [online]. REAS, 2013. [acesso 29/abr/2015]; 2(2): 1-3. Disponível: http://www.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/enfer/article/view/552

Brasil. Ministério da Saúde. Política nacional de atenção integral à saúde da mulher: princípios e diretrizes. Brasília: Ministério da Saúde, 2011.

Figueiredo LA, Pinto IC, Marciliano CSM, Souza MF, Guedes AAB. Análise da utilização do SIAB por quatro equipes de estratégia saúde da família do município de Ribeirão Preto, SP [Internet]. Cad. Saúde Colet. 2010 [acesso 30/ago/2014]; Rio de Janeiro, 18(3): 418-23. Disponível: http://www.iesc.ufrj.br/cadernos/images/csc/2010_3/artigos/CSCv18n3_pag418-23.pdf

Brasil. Ministério da Saúde. SIAB: manual do Sistema de Informação de Atenção Básica. Departamento de Atenção Básica, Brasília: Ministério da Saúde, 2013.

Lessmann JC, Silva DMGV, Nassar SM. Mulheres com Diabetes mellitus tipo 2: perfil sociodemográfico, biométrico e de saúde [online]. Acta Paul Enferm. 2012 [acesso 03/set/2014]; 25(Número Especial 1): 81-6. Disponível: http://www.scielo.br/pdf/ape/v25nspe1/pt_13.pdf

Abreu, RNDC, Moreira, TMM. Estilo de vida de pessoas com hipertensão após o desenvolvimento de complicações ligadas à doença. [online]. REAS, 2014. [acesso 27/abr/2015]; 3(1): 26-36. Disponível: http://www.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/enfer/article/view/928

Brasil. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Brasil: 2010.

Brasil. Ministério da Fazenda. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – PNAD 2012. Brasil: 2013.

Linck CL, Crosseti MGO. Fragilidade do idoso: o que vem sendo produzido pela Enfermagem [online]. Rev Gaúcha de Enferm 2011 [acesso 11/out/2014]; Porto Alegre (RS); jun; 32(2): 385-93. Disponível: http://www.scielo.br/pdf/rgenf/v32n2/a24v32n2.pdf

Moura MAV, Neto LA, Souza MHN. Perfil sociodemográfico de mulheres em situação de violência assistidas nas delegacias especializadas [online]. Esc Anna Nery (impr.) 2012 [acesso 25/set/2014]; jul-set; 16(3): 435-442. Disponível: http://www.scielo.br/pdf/ean/v16n3/02.pdf

Silveira J, Scherer F, Deitos A, Bosco SMD. Fatores associados à hipertensão arterial sistêmica e ao estado nutricional de hipertensos inscritos no programa Hiperdia [online]. Cad. Saúde Colet. 2003 [acesso 03/set/2014]; Rio de Janeiro, 21(2): 129-34. Disponível: http://www.scielo.br/pdf/cadsc/v21n2/05.pdf

Hartmann M, Dias-da-Costa JS, Olinto MTA, Patussi MP, Tramontini A. Prevalência de hipertensão arterial sistêmica e fatores associados: um estudo de base populacional em mulheres no Sul do Brasil [online]. Cad. Saúde Pública 2007 [acesso 21/set/2014]; Rio de Janeiro, 23(8): 1857-1866, ago. Disponível: http://www.scielo.br/pdf/csp/v23n8/12.pdf

Zaitune MPA, Barros MBA, César CLG, Carandina L, Goldbaum M. Hipertensão arterial em idosos: prevalência, fatores associados e práticas de controle no Município de Campinas, São Paulo, Brasil [online]. Cad. Saúde Pública 2006 [acesso 25/set/2014]; Rio de Janeiro,22(2):285-294, fev.Disponível:

Costa JA, Balga RSM, Alfenas RCG, Cotta RMM. Promoção da saúde e diabetes: discutindo a adesão e a motivação de indivíduos diabéticos participantes de programas de saúde [online]. Ciência & Saúde Coletiva 2011 [acesso 03/set/2014], 16(3): 2001-2009. Disponível: http://www.scielo.br/pdf/csc/v16n3/34.pdf

Dias JCR, Campos JADB. Diabétes mellitus: razão de prevalências nas diferentes regiões geográficas no Brasil, 2002 - 2007 [online]. Ciência & Saúde Coletiva 2012 [acesso 03/set/2014]; 17(1): 239-244. Disponível: http://www.scielo.br/pdf/csc/v17n1/a26v17n1.pdf

Nascimento JS, Pereira ANS, Sardinha AHL. Perfil epidemiológico em mulheres portadoras de hipertensão arterial e diabetes mellitus atendidas pela estratégia saúde da família de uma comunidade em São Luís – MA [online]. Rev Pesq Saúde 2010 [acesso 21/ago/2014]; 11(2): 14-19, maio-ago. Disponível: http://www.perioodicoseletronicos.ufma.br/index.php/revistahuufma/article/view/546/298.




DOI: https://doi.org/10.18554/

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/