PERCEPÇÃO DO ENFERMEIRO DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE FRENTE A ATRIBUIÇÃO DE GESTOR DA UNIDADE

Hiasmin Marques Cardoso, Grasiele Cristina Lucietto, Rondinele Amaral da Silva, Joely Maria Oliveira, Monique Maira Maciel

Resumo


Objetivo: Conhecer as percepções dos profissionais enfermeiros em sua vivência profissional na função de gestor (a) de serviços e equipes de saúde. Método: Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa, tipo descritivo e exploratório. Realizou-se entrevistas por meio de questionários autoaplicáveis no período de setembro a novembro de 2017, com oito enfermeiros (as) gestores (as) atuantes na Atenção Primária a Saúde (APS) em um município do médio norte do Estado de Mato Grosso. Resultados: A análise temática dos contextos resultou na construção de dois eixos temáticos por ordem de relevância, sendo eles: Transição da graduação para o mercado de trabalho e Fatores influenciadores no processo de trabalho do enfermeiro gestor. Conclusão: Através dos achados da pesquisa, verificou-se que os profissionais de enfermagem enfrentam dificuldades na atuação enquanto gestor da atenção primária, processos decorrentes do modelo de formação profissional. Descritores: Enfermagem; Atenção Primária à Saúde; Administração dos serviços de saúde; Liderança.

Texto completo:

PDF PDF ENGLISH

Referências


-Santana IF, Silva JP. Gerenciamento em enfermagem: os empecilhos e benefícios encontrados na prática de gerenciamento de enfermagem de um hospital público. Rev. FESF. 2018; 2 (2): 45-56

- Teixeira E, Fernandes JD, Andrade AC, Silva KL, Rocha MEMO, Lima RJO. Panorama dos cursos de Graduação em Enfermagem no Brasil na década das Diretrizes Curriculares Nacionais. Rev Bras Enferm. 2013; 66 (esp):102-10.

- Ministério da Educação (Brasil). Resolução CNE/CES nº 3, de 7 de novembro de 2001. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Enfermagem. D.O.U. Brasília, DF: Ministério da Educação. Nov. 2001. Seção 1, p. 37.

- Conselho Federal de Enfermagem (Brasil). Lei Cofen nº 7.498/86. Regulamentação do exercício de enfermagem. Brasília: Conselho Federal de Enfermagem. Brasília, 1986.

- Souza FA, Paiano M. Desafios e dificuldades enfrentadas pelos profissionais de enfermagem em início de carreira. Rev. Min. Enferm. 2011; 15 (2): 267-273.

- Lima RS, Dázio EMR, Rosado SR, Lourenço EB. Dificuldades e facilidades no gerenciamento de enfermagem no hospital na perspectiva do enfermeiro. Rev. Enferm UFPE, Recife. 2014; 8 (12): 4253-60.

- Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14ed. São Paulo: Huatec; 2015.

- Minayo MCS. Amostragem e saturação em pesquisa qualitativa: consensos e controvérsias. Rev. Pesquisa Qualitativa. 2017; 5 (7): 01-12.

- Guerra K J, Spiri WC. Compreendendo o significado da liderança para o aluno de graduação em enfermagem: uma abordagem fenomenológica. Rev. Bras. Enferm. 2013; 66 (3): 399-405.

- Martins AB, Cardoso ML. uma reflexão crítica sobre as dificuldades do Enfermeiro recém-formado no exercício da Liderança. Rev. Vitrine Prod. Acad., Curitiba. 2015; 3 (2): 144-152.

- Santos AM, Nóbrega IKS, Assis MMA, Jesus RS, Kochergin CN, Júnior JPB, et al. Desafios à Gestão do Trabalho e Educação Permanente em Saúde para a Produção do Cuidado na Estratégia Saúde da Família. Rev. APS. jan/mar. 2015; 18 (1): 39 – 49.

- Sade PMC, Peres AM. Development of nursing management competencies: guidelines for continuous education services. Rev. Esc. Enferm. USP. 2015; 49(6): 988-94.

- Lanzoni GMM, Magalhães ALP, Costa VT, Erdmann AL, Andrades SR, Meirelles BHS. Becoming nursing manager in the nested and complex border of caring and management dimensions. Rev Eletr Enf. 2015; 17 (2): 322-32.

- Santos MCL, Braga VAB, Fernandes AFC. Nível de satisfação dos enfermeiros com seu trabalho. Rev. enferm. UERJ. 2016; 6(1): 101-5.

- Neves VR, Sanna MC. Concepts and practices of teaching and exercise of leadership in Nursing. Rev Bras Enferm. 2016; 69 (4): 686-93.

- Ruffatto J, Pauli J, Ferrão AR. Leadership style influence on the motivation and conflict interpersonal in family companies. Rev. Adm. Faces journal. Jan-Mar 2017; 16(1): 29-44.

- Paula GF. Concepções de liderança entre enfermeiros assistenciais de um hospital do Norte de Minas Gerais. Rev. Eletr. Enf. 2012; 14 (4): 2012.

- Lima FS, Amestoy SC, Jacondino MB, Trindade LL, Silva CN, Júnior PRBF. The exercise of leadership of nurses in the family health strategy. Re. Pesq. Cuid. é Fund. Online. 2016; 8 (1): 3893- 906.




DOI: https://doi.org/10.18554/reas.v8i2.3601

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/