DO CONFLITO À OCULTAÇÃO: UMA ANÁLISE DISCURSIVA DOS ENUNCIADOS MIDIÁTICOS EM TORNO DOS ÍNDIOS

Autores

  • Camilla Rodrigues Netto da Costa Rocha Escola Superior de Propaganda e Marketing (PPGCOM/ESPM)

DOI:

https://doi.org/10.18554/ri.v10i2.2223

Resumo

A atual conjuntura política e social do Brasil referente aos índios nos convoca ao exame de sua realidade. Partindo da centralidade da comunicação como mediadora de representações sociais sobre minorias representativas, selecionamos duas matérias jornalísticas veiculadas nos periódicos Nexo e Portal Globo (G1) e propomos refletir, no presente artigo, quais os sentidos articulados em torno dos índios, quando de sua manifestação na Esplanada dos Ministérios, Brasília, Brasil. Assim, tanto nos valemos metodologicamente como também propomos uma reflexão teórica acerca da Análise de Discurso de Linha Francesa (ADF), a partir de Orlandi, Baccega, Gregolin, entre outros. E ainda, para corroborar nossa investigação, trazemos reflexões pertinentes à linguagem com Bakhtin, Schaff, Baccega e aos enunciados midiáticos a partir de Baccega, Escosteguy, Canclini, Kellner e Gregolin.

Biografia do Autor

Camilla Rodrigues Netto da Costa Rocha, Escola Superior de Propaganda e Marketing (PPGCOM/ESPM)

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Práticas de Consumo (PPGCOM/ESPM) da Escola Superior de Propaganda e Marketing (2017/2020), na qualidade de bolsista CAPES, modalidade PROSUP Integral. Mestre em Comunicação e Práticas de Consumo pelo PPGCOM/ESPM (2015/2017), com bolsa CAPES Prosup Integral. Integrante do grupo de pesquisa do CNPq denominado Comunicação, educação e consumo: as interfaces na teleficção, coordenado pela professora Dra. Maria Aparecida Baccega. Participante da rede OBITEL Brasil (Observatório Ibero-Americano de Ficção Televisiva), na equipe do PPGCOM/ESPM. Graduação em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (2011/2014). Vencedora do Prêmio Francisco Gracioso, promovido pela ESPM, com o Trabalho de Conclusão de Curso O funk ostentação no universo feminino: perspectivas das mulheres paulistas nos pólos da produção e da recepção, realizado em 2014. Graduação em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2001/2005).

Downloads

Publicado

2018-05-09