Universidade na América Latina: fundamentos da integração e redes de conhecimento

Célio da Cunha

Resumo


Uma das direções temáticas proposta para esse painel sobre redes de investigação refere-se à integração acadêmica e solidária da região e sua importância nos processos de formulação de políticas públicas e tomadas de decisões na educação superior. Trata-se de um tema que pode ser abordado por diversos ângulos. Com o objetivo de oferecer não mais do que alguns subsídios, farei inicialmente uma abordagem do contexto social, econômico e cultural da América Latina, pois as redes de investigação precisam ter um sentido construído e sedimentado considerando os delineamentos históricos e culturais, como também os impasses e dilemas da região. Para tanto, utilizarei, entre outros documentos e fontes, o Estudo Comparativo dos Sistemas Educacionais dos Países da Unasul, elaborado sob minha coordenação, em 2015.


Palavras-chave


Redes de investigação. Integração acadêmica. América Latina.

Texto completo:

PDF

Referências


ARIZPE, L. (Org.). As dimensões culturais da transformação global. Brasília: Unesco, 2001.

BÁRCENA, A. Prólogo ao documento: CEPAL. Pactos para la igualdad. Santiago, 2014.

CASTRO, M. L. O. Relações entre o Legislativo e o Executivo nas reformas educacionais no Brasil, na Argentina e no México (1990-2010). Tese de Doutoramento. Brasília: UnB, 2012.

CUNHA, C. da. Estudo comparativo dos sistemas educacionais dos países da Unasul. Caracas: Unasul, 2016.

CROSSLEY, M. Repensando o contexto em educação comparada. In: COWEN, R.; KAZAMIAS, A. M.; UNTERHALTER, E. (Orgs.). Educação comparada: panorama internacional e perspectivas. v. 2. Brasília: Unesco-Capes, 2012. p. 628-646.

DIAS, M. A. R. Enseñanza superior como bien público. Montevideo: AUGM, 2017.

GATES JR., H. L. Os negros na América Latina. São Paulo: Cia. das Letras, 2014.

GUÉHENNO, J. Primeiro debate. In: BENDA, J. et al. O espírito europeu. Lisboa: Europa-América, 1962.

GUIDDENS, A. Sociologia. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2001.

MAYBURY-LEWIS, D. Convivendo com a questão étnica: a necessidade de um novo paradigma. In: ARIZPE, L. As dimensões culturais da transformação global. Brasília: Unesco, 2001. p. 89-103.

MBEMBE. A. Crítica da razão negra.2ª.ed. LISBOA: Antígona, 2017.

MEHTA, S. Pequenas e grandes histórias: para além de teorias em disputa, rumo ao multiálogo. In: COWEN, R.; KAZAMIAS, A. M.; UNTERHALTER, E. (Orgs.). Educação comparada: panorama internacional e perspectivas. Brasília: Unesco-Capes, 2012.

MIX, M. Los cien nombres de América. Córdoba: UNC, 2004.

______. Alma Mater: la universidad latinoamericana: perspectivas y compromisos para el siglo XXI. Entre Ríos: Editorial de la Universidad Nacional de Entre Ríos, 2008.

MORAIS, R. de. Cultura brasileira e educação. Campinas: Papirus, 1989.

OREGIONI, M. S.; PIÑERO, F. J. Las redes como estrategia de internacionalización universitaria en Mercosur: el caso de la Riesal. In: Revista Integração e Conhecimento, n. 4/2016. Córdoba: Neies-Mercosul, 2016.

PAULINO, L. A.; PIRES, M. C. A título de conclusão: as perspectivas da América Latina no limiar do século XXI. In: MENDONÇA, M. G.; PIRES, M. C. Formação econômica da América Latina. São Paulo: LCTE, 2012.

RIBEIRO, D. O povo brasileiro. São Paulo: Cia. das Letras, 1995.

SADLER, M. How for can we learn anything of practical value In: HANS, N. Educação comparada. S.Paulo: Editora Nacional, 197.

SEN, A. Desenvolvimento como liberdade. S.Paulo: Companhia das Letras, 2000

SODRÉ, N. W. Ideologia do colonialismo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1965

UNESCO. Declaração de Cartagena. Cartagena, 2008. Mimeo

UNESCO. Declaração de Budapeste. In: Ciência para o século XXI. Brasília: Unesco-Abipti, 2003

UNESCO. Declaração de Havana. In: Werthein, J.; CUNHA, C. Fundamentos da educação para o século XXI. Brasília: Unesco, 2000




DOI: https://doi.org/10.18554/rt.v11i4-Esp.3457

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Triângulo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.