A construção da profissionalidade docente no estágio supervisionado

Nair Aparecida Rodrigues Pires

Resumo


Este artigo tem como objetivo apresentar o Projeto Didático, fruto da experiência desenvolvida no âmbito do estágio supervisionado do curso de Licenciatura em Música, da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), no primeiro semestre do ano de 2019. O projeto tomou como eixo da formação a profissionalidade docente, entendida como aquilo que é específico na ação docente e que se constrói a partir da experiência e da prática no campo de trabalho, apoiada em saberes teóricos, práticos e da reflexão ética. Desenvolvido ao longo de um semestre letivo, o Projeto Didático se estruturou em 04 etapas, articuladas entre si: 1-Preparação; 2- Interação com a escola (observação da escola e da sala de aula); 3- Intervenções (planejamento, realização, avaliação); 4- avaliação (seminários, relatório final). As Pautas Didáticas foram elaboradas com o objetivo de proporcionar aos futuros professores maior compreensão do fenômeno educativo a partir de processos de observação, reflexão, problematização, elaboração e realização de práticas de ensino. O Projeto Didático apoiado nas Pautas Didáticas potencializou o processo de organização, análise, reflexão e sistematização dos dados coletados. A experiência de elaborar e executar projetos de ensino propiciou aos licenciandos repensar crenças sobre o quê e como ensinar música nas escolas de educação básica.

Palavras-chave


Profissionalidade docente. Formação de professor. Estágio supervisionado. Projeto de ensino. Pautas didáticas

Texto completo:

PDF

Referências


ALTET, M. Les compétences de l’enseignant-professionnel: entre savoirs, schèmes d’action et adaptation, le savoir analyser. In: PAQUAY, L. et al. Former des enseignants professionnels: quelles stratégies? Quelles compétences? Bruxelles: De Boeck, 2012.

DEL BEN, L. M. Música nas escolas. Salto para o futuro. Série Educação Musical Escolar, v. Boletim 08, p. 24-33, ANO XXI, Jun. 2011.

GAUTHIER, C. et al. Por uma teoria da pedagogia: pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. Ijuí: Editora Unijuí, 2013.

GAUTHIER, C.; BISSONNETTE, S.; RICHARD, M. Enseignement explicite et réussite des élèves: la gestion des apprentissages. Québec: Pearson, 2013.

GORZONI, Sílvia de Paula; DAVIS, Cláudia. O conceito de profissionalidade docente nos estudos mais recentes. Cadernos de Pesquisa, v.47, n.166, p.1396-1413, out./dez., 2017.

LARROSA BONDIA, Jorge. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Rev. Bras. Educ., Rio de Janeiro, n. 19, p. 20-28, abr., 2002.

NARITA, Flávia Motoyama. Em busca de uma educação musical libertadora: modos pedagógicos identificados em práticas baseadas na aprendizagem informal. Revista da ABEM, Londrina, v.23, n.35, p. 62-75, jul. dez, 2015.

NÓVOA, A. Os professores e o “novo” espaço público da educação. In: NÓVOA, A. (Ed.). Formação de professores e trabalho pedagógico. Lisboa: EDUCA, 2002.

NÚNEZ, Isauro Beltrán; RAMALHO, Betania Leite. A profissionalização da docência: um olhar a partir da representação de professoras do ensino fundamental. Revista Iberoamericana de Educación, vol. 46, n. 9, p. 1-13, 2008.

OLIVEIRA, Zaqueu Vieira; KIKUCHI, Luzia Maya. O laboratório de matemática como espaço de formação de professores. CADERNOS DE PESQUISA, v.48, n.169, p.802-829, jul./set., 2018.

SACRISTÁN, J. G. Consciência e acção sobre a prática como libertação profissional dos professores. In: NÓVOA, A. (Ed.). Profissão Professor. Lisboa: Porto Editora, p.61-92, 1995.

SHULMAN, L. S. Those Who Understand: Knowledge Growth in Teaching. Educational Researcher, v. 15, n. 2, p. 4-14, February 1986.

SILVA, Rafael Rodrigues. Gestão de sala de aula na educação musical escolar. Revista da ABEM, Londrina, v.21, n.31, p. 63-76, jul. dez, 2013.

SWANWICK, K. A basis for music education. London: Routledge, 1979.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Editora Vozes, 2011.

ZABALA, A. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed, 2010.

ZABALZA, M. O estágio e as práticas em contextos profissionais na formação universitária. São Paulo: Cortez, 2014.




DOI: https://doi.org/10.18554/rt.v0i0.4360

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Triângulo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

A Revista Triângulo é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto. 

Triangulo Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Triangulo es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.