A EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA COM FOCO NO NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS

Ligia Carvalho Abões Vercelli

Resumo


No Brasil, a maioria da população aindanão tem acesso à justiça, pois não possui recursos suficientes que permitearcar com os honorários de um advogado apesar de o art. 5º inciso LXXIV daConstituição Federal de 1988 prever que o Estado deve prestar assistênciajurídica integral e gratuita aos que comprovarem insuficiência financeira. Esseserviço é realizado pelas Defensorias Públicas, porém elas não conseguematender a excessiva demanda. As faculdades de Direito por meio deconvênios firmados com tal órgão e com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)colaboram nesse sentido uma vez que desde 1994, o Ministério da Educação eCultura (MEC), por meio da Portaria nº 1886/94, fixa as diretrizes curricularese o conteúdo mínimo do curso jurídico tornando o estágio em prática jurídicaobrigatório. Estetexto tem por objetivo apresentar como funcionam os Núcleos de PráticasJurídicas (NPJs) da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e daUniversidade Nove de Julho (Uninove), núcleos de extensão das faculdades deDireito. O trabalho fundamenta-se em autores que discutem a categoria extensãouniversitária tais como Freire (2010), Gurgel (1986), Sousa (2000). Utiliza-secomo procedimento metodológico entrevistas semiestruturadas com doze assistidose com doze alunos, sendo seis de cada universidade que frequentam e trabalham nosnúcleos há mais de um ano. Os dados apontam que os NPJs estudados favorecem naformação acadêmica dos futuros advogados, porém atendem os assistidosfornecendo apenas a assistência jurídica necessária configurando-se assim comoação de responsabilidade social e não de compromisso social tal como propõePaulo Freire. Palavras-chave: núcleo de práticas jurídicas; extensão universitária;universidade.   

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18554/rt.v6i2.486

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



A Revista Triângulo é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto. 

Triangulo Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Triangulo es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.