NOVOS LETRAMENTOS, MULTILETRAMENTOS E PROTÓTIPOS DE ENSINO PRODUÇÃO E ANÁLISE DE UM LIVRO DIGITAL INTERATIVO

Jezreel Gabriel Lopes

Resumo


O presente artigo tem por objetivo descrever e analisar as potencialidades de ensino de um material didático digital interativo (MDDI) para tablets, elaborado com base no conceito de protótipos de ensino (ROJO, 2017a; 2017b) e voltado para o ensino de produção e interpretação textual no Ensino Médio. Além disso, pretende-se analisar as propiciações desse tipo de material em sala de aula ao lidar com as especificidades da comunicação no contexto contemporâneo, no qual, em razão das novas tecnologias da comunicação e da informação, observa-se a emergência de novas práticas sociais e, consequentemente, de novas formas de letramento.


Palavras-chave


Protótipos de ensino. Novos letramentos. Multiletramentos

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, M. E. B. Integração currículo e tecnologias: concepção e possibilidades de criação de web-currículo. In: ALMEIDA, M. E. B.; ALVES, R. M. A.; LEMOS, S. D. V. (Org.). Web-Currículo: aprendizagem, pesquisa e conhecimento com o uso de tecnologias digitais. Rio de Janeiro: Letra Capital, 2014.

BAHKTIN, M. M. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2003[1952-53/1979]. Tradução de Paulo Bezerra, 4a.ed.

BAZERMAN, C. Atos de fala, gêneros textuais e sistemas de atividades: como os textos organizam atividades e pessoas In: DIONÍSIO, A.; HOFFNAGEL, J. (Orgs., Trads.) Gêneros textuais, tipificação e interação. São Paulo: Cortez Editora, 2005, p. 19-46.

BOLTER, J. D. Writing as technology. In: _____. Writing space: Computers, hypertext and the remediation of print. Mahwah, NJ: Lawrence Erlbaum, 2002. p. 14-26.

COLL, C.; MAURI, T.; ONRUBIA, J. A incorporação das tecnologias da informação e da comunicação na educação: do projeto técnico-pedagógico às práticas de uso. In: COLL, C.; MONEREO, C. (Eds.) Psicologia da educação virtual: aprender e ensinar com as tecnologias da informação e da comunicação. Porto Alegre: Artmed, 2010, p. 66 – 93.

COPE, B.; KALANTZIS, M. Designs for social futures. In: COPE, B.; KALANTZIS, M. (Eds). Multiliteracies – Literacy Learning and the design of social futures. New York: Routledge, 2006[2000], p. 203-234.

COPE, B.; KALANTZIS, M. Multiliteracies – New Literacies, New Learning. Pedagogies: An International Journal, Vol.4, 2009, p. 164-195.

CUBAN, L. Computers meet classroom: classroom win. Teachers College Record, 1993. v. 95, n.2, p. 185-210.

EGGS, E. Ethos aristotélico, convicção e pragmática moderna. In: AMOSSY, R. (Org.). Imagens de si no discurso: a construção do ethos. São Paulo: Contexto, 2005.

GEE, J. P. Social Linguistics and Literacies: Ideology in discourses. London: Falmer Press, 1996.

KALANTZIS, M.; COPE, B; HARVEY A. Assessing multiliteracy and new basics. Assessment in Education, v. 10, n. 1, p. 15-26, 2003.

KALANTZIS, M.; COPE, B. Changing the role of schools. In: B. COPE; M. KALANTZIS (Eds.). Multiliteracies – Literacy learning and the design of social futures. New York: Routledge, 2006 [2000], p. 121-148.

KRESS, G. Gains and losses: New forms of texts, knowledge, and learning. Computers and Composition, v. 22, n.1, p. 5-22, 2005.

LANKSHEAR, C.; KNOBEL, M. Sampling “the new” in new literacies. In: M. KNOBEL; C. LANKSHEAR (Eds.) A new literacies sampler: New literacies and digital epistemologies. New York: Peter Lang, 2007. Vol. 29, p. 1-24.

LEMKE J. L. Travels in Hypermodality. Visual Communication, v.1, n.3, London, 2002, p. 299-325.

LEMKE J. L. Multimedia and Discourse Analysis. In: J. P. GEE; M. HANDFORD (Eds.). Routledge Handbook of Discourse Analysis. London: Routledge, 2011. p. 263-267

LOPES, J. G. A prática docente mediada por materiais didáticos digitais interativos. 2015. 155 p. Dissertação (mestrado em Linguística Aplicada). IEL – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2015.

ROJO, R. H. R. Práticas de ensino em língua materna: Interação em sala de aula ou aula como cadeia enunciativa? In: Kleiman, A; Cavalcanti, M. (Orgs.) Linguística Aplicada – suas faces e interfaces. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2007, p. 339-360.

______. Materiais didáticos no ensino de línguas. In: L. P. MOITA-LOPES (Org.). Linguística Aplicada na modernidade recente – Festschrift para Antonieta Celani. São Paulo, SP: Parábola Editorial/Cultura Inglesa, 2013a. p. 163-195.

______. Gêneros discursivos do Círculo de Bakhtin e os multiletramentos. In ROJO, R. (Org.) Escol@ conectada: Os multiletramentos e as TICs. São Paulo, SP: Parábola Editorial, 2013b, p. 13- 36.

______. Novos multiletramentos e protótipos de ensino: Por um Web-Currículo. In: Cordeiro, G. S.; Barros, E. M. D.; Gonçalves, A. V. (Orgs.). Letramentos, objetos e instrumentos de ensino: Gêneros textuais, sequências e gestos didáticos. Campinas, SP: Pontes, 2017a, pp. 189-216.

______. Entre Plataformas, ODAs e Protótipos: Novos multiletramentos em tempos de WEB2. The ESPecialist: Descrição, Ensino e Aprendizagem, Vol. 38, No. 1, jan-jul 2017(b), pp. 5-25. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/esp ©The ESPecialist. Acesso em: 14/08/2017.

SANTAELLA, L. Linguagens líquidas na era da mobilidade. São Paulo: Paulus, 2007.

SCHNEUWLY, B.; G. S. CORDEIRO & J. DOLZ “A la recherche de l’objet enseigné: une démarche multifocale”. Mimeo, inédito, 2005.

STREET, B. Literacy in theory and practice. Cambridge: Cambridge University Press, 1984.

_____. Social literacies: critical approaches to literacy in development, ethnography and education. London: Longman, 1995.

_____. What´s “new” in New Literacy Studies? Critical approaches to literacy in theory and practice. Current Issues. In Comparative Education. New York: Teachers College / Columbia University, v.5, n.2, 2003, p. 77-91




DOI: https://doi.org/10.18554/rt.v0i0.2754

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Triângulo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

A Revista Triângulo é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto. 

Triangulo Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Triangulo es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.