TRAJETÓRIAS DE VIDA E DESAFIOS PROFISSIONAIS DO PROFESSOR DE EJA (EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS) E PMEA (PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS): UM ESTUDO DE CASO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18554/rt.v14i3.5490

Palavras-chave:

Educação de Jovens e Adultos. Perfil de Professores. Trajetória profissional.

Resumo

O presente trabalho resulta de um estudo sobre o perfil e a trajetória profissional de professores (as) na Educação de Jovens e Adultos (EJA) e no Programa Municipal de Educação de Jovens e Adultos (PMEA) de uma escola municipal em Uberlândia-MG. O estudo foi desenvolvido a partir do enfoque qualitativo, utilizando a entrevista semiestruturada como instrumento de coleta de dados. Para análise e organização dos dados empregamos a técnica da análise de conteúdo, sendo antecedida pela transcrição das conversas. Os resultados foram analisados e discutidos à luz do referencial teórico adotado. Os participantes do estudo possuem entre 41 e 52 anos, com formação acadêmica em diferentes áreas. Além da escola investigada, alguns deles lecionam também em outras escolas. Todos eles revelaram dificuldades particulares do ensino na EJA/PMEA, mas também demonstraram várias técnicas utilizadas para superar esses desafios. Todos os entrevistados relataram o quão gratificante e enriquecedor é para eles o processo de ensino aprendizagem dos estudantes jovens e adultos.

Referências

ALENCAR, Raimunda Silva. Ensinar a viver, ensinar a envelhecer: desafios para educação de idosos. In: ENCONTRO IBERO-AMERICANO: A INTERVENÇÃO EDUCATIVA NA VELHICE DESDE A PERSPECTIVA DE UMA PEDAGOGIA SOCIAL. Porto Alegre, v. 4, 2002, p. 61-83.

ANDRADE, Izabel Cristina Feijó; MAURICIO, Wanderlea Pereira Damásio. Educação de jovens e adultos: histórias de vida orais de homens e mulheres. Santa Catarina, 2015. Disponível em: http://periodicos.unesc.net/criaredu/article/viewFile/2858/2643. Acesso em: 10 set. 2019.

ARBACHE, Ana Paula. A Formação de educadores de pessoas jovens e adultos numa perspectiva multicultural crítica. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de São João Del-Rei, Rio de Janeiro, 2001.

BERLIM, Greice Helen Magalhães; MARTINS, Priscilene Chagas; ALVES, Sandra de Albuquerque. A saúde emocional do educador do primeiro segmento do ensino fundamental. 2006. Trabalho de conclusão de curso - Centro Universitário de Brasília, Brasília - DF, 2006. Disponível em: https://repositorio.uniceub.br/jspui/bitstream/235/6742/1/40352050.pdf Acesso em: 25 de out. 2019.

BONI, Valdete; QUARESMA, Sílvia Jurema. Aprendendo a entrevistar: como fazer entrevistas de Ciências Sociais. Revista Eletrônica dos Pós-Graduandos em Sociologia Política da UFSC, Santa Catarina, v. 2, n. 1 (3), p. 68-80, jan./jul. 2005. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/emtese/article/view/18027/16976. Acesso em: 25 out. 2019.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Básica. Parecer nº

, de 10 de maio de 2000a. Dispõe sobre as Diretrizes Curriculares Nacionais para

a Educação de Jovens e Adultos. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/secad/arquivos/pdf/eja/legislacao/parecer_11_2000.pdf. Acesso

em: 25 out. 2019.

CAREGNATO, Rita Catalina Aquino; MUTTI, Regina. Pesquisa qualitativa: análise de discurso versus análise de conteúdo. Revista Texto Contexto Enfermagem, Florianópolis, v. 15, n. 4, p. 679-84. Out-Dez 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v15n4/v15n4a17.pdf. Acesso em 25 out. 2019.

CRUZ, Érica; GONÇALVES, Marcia Ribeiro; OLIVEIRA, Munich Ribeiro de. A educação de Jovens e Adultos no Brasil: políticas e práticas. EDUCAÇÃO, Rio de Janeiro, abr. 2012.

FERREIRA, Éder Alves. O Programa de Educação de Jovens e Adultos (PMEA) da Prefeitura Municipal de Uberlândia:história, características, atuação e sujeitos. 2016. 67 f. Trabalho de conclusão de Curso (Graduação em História) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.

FONTANA, Roseli. O estágio curricular nos anos iniciais do Ensino Fundamental - Apontamentos sobre o processo de inserção no campo de estágio. Olhares: Revista do Departamento de Educação da Unifesp, v. 1, n. 1, p. 141-162, 3 maio 2013.

GLÓRIA, Dília Maria Andrade. A “escola dos que passam sem saber”: a prática da não-retenção escolar na narrativa dos alunos e familiares. Revista Brasileira de Educação – ANPED [online], n. 22, p. 61-76, jan./abr. 2002.

HADDAD, Sérgio; DI PIERRO, Maria Clara. Escolarização de jovens e adultos. Revista Brasileira de Educação, São Paulo, n. 14, p. 108-130, maio/ago. 2000.

KUHN, Naira Fabiéli; SLONGO, Iône Inês Pinsson. A formação de professores para a EJA como tema de pesquisa. In: CONGRESSO NACIONAL DA EDUCAÇÃO, 12., 2015. Anais [...] PUC-PR, 2015.

LIMA, Fabiana de Oliveira; SILVA, Nilson Rogerio. O perfil dos alunos da educação de jovens e adultos hoje: tempos de inclusão. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PESQUISADORES EM EDUCAÇÃO ESPECIAL.8. Londrina/ PR, 2013. Anais [...] Londrina, p. 450-460, 2013.

LOPES, Ana Paula Neves; BURGARDT, Viviane Marcowicz. Idosos: um perfil de alunos na EJA e no mercado de trabalho. Revista Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, Porto Alegre, v. 18, n. 2, p. 311-330, 2013.

LOPES, Selva Paraguassu; SOUZA, Luzia Silva. EJA: uma educação possível ou mera utopia?. Revista Alfabetização Solidária (Alfasol), São Paulo, v. 5, 2005. Disponível em: http://www.cereja.org.br/pdf/revista_v/Revista_SelvaPLopes.pdf . 2007. Acesso em: 25 out. 2019.

MACHADO, Maria Margarida. Formação de professores para EJA: Uma perspectiva de mudança. Revista Retratos da Escola, Brasília, v. 2, n. 2-3, p. 161-174, jan./dez. 2008.

MARTINS, Rose Mary Kern. Pedagogia e andragogia na construção da educação de jovens e adultos. Revista de Educação Popular, v. 12, n. 1. Uberlândia: Universidade Federal de Uberlândia. Pró Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis, 2013, p. 143-153.

MONTEIRO, Jéssica de Sousa; SILVA, Diego Pereira da. A influência da estrutura escolar no processo de ensino-aprendizagem: uma análise baseada nas experiências do estágio supervisionado em Geografia. Revista Geografia Ensino & Pesquisa, v. 19, n. 3, set./dez. 2015.

OLIVEIRA, Marcos Marques de. As Origens da Educação no Brasil da hegemonia católica às primeiras tentativas de organização do ensino. Ensaio: Aval. Pol. Públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 12, n. 45, p. 945-958, out./dez. 2004.

SANTOS, Sayonara Martins dos; MOURA, Guilherme Henrique Arcena; GUIMARÃES, Simone Sendin Moreira; PARANHOS, Rones de Deus. Silenciamentos revelados: a formação do professor de biologia para atuar na educação de jovens e adultos. In: ENCONTRO NACIONAL DE DIDÁTICAS E PRÁTICAS DE ENSINO, 16., 2012, Campinas-SP. Anais [...] Campinas: Unicamp, 2012.

SILVIA, Joelma Batista da; PLOHARSKI, Nara Regina Becker. A metodologia de ensino utilizada pelos professores da EJA – 1º segmento – em algumas escolas da rede municipal de ensino de Curitiba. In.: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 10., Curitiba, 2011. Anais [...]. Curitiba-PR, 2011.

SUDÁRIO, Ricardo Martins; ALVES, Umbelina Saraiva. O perfil do aluno da EJA do ensino médio no centro de educação de jovens e adultos Prof.ª Shirley Costa e Silva. In: FÓRUM INTERNACIONAL DE PEDAGOGIA, 8., 2016, Imperatriz. Anais [...] Imperatriz: 2016.

UBERLÂNDIA (MG). Prefeitura. Projeto Político Pedagógico: Escola Municipal Professor Ladário Teixeira. Uberlândia: Prefeitura Municipal, 2015. disponível em: https://docs.google.com/viewer?a=v&pid=sites&srcid=bnRlY2VtZXBlLmNvbXxsYWRhcmlvdGVpeGVpcmF8Z3g6MWYzNmQ4ODdjODM3YmM1Nw. Acesso em: 9 dez. 2019.

Downloads

Publicado

2021-11-03

Como Citar

PIZANI, L. C. dos R.; PEREIRA, F. A. TRAJETÓRIAS DE VIDA E DESAFIOS PROFISSIONAIS DO PROFESSOR DE EJA (EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS) E PMEA (PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS): UM ESTUDO DE CASO. Revista Triângulo, Uberaba - MG, v. 14, n. 3, p. 74–93, 2021. DOI: 10.18554/rt.v14i3.5490. Disponível em: https://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/revistatriangulo/article/view/5490. Acesso em: 17 jan. 2022.

Edição

Seção

Demanda Contínua