AS ESTRATÉGIAS DE ENSINO NA PRÁTICA PEDAGÓGICA DE PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA:

POSSIBILIDADES DE ARTICULAÇÃO DO ENFOQUE CTS

Autores

  • Vanessa Candito Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS
  • Karla Mendonça Menezes Universidade Federal de Santa Maria - UFSM
  • Carolina Braz Carlan Rodrigues Universidade Federal de Santa Maria - UFSM
  • Sandra Mara Mezalira Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS
  • Maria Rosa Chitolina Schetinger Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

DOI:

https://doi.org/10.18554/rt.v14i3.5715

Palavras-chave:

Educação Científica. Ensino. Formação de Professores.

Resumo

Para que os docentes possam colocar em prática um ensino que desperte habilidades e pensamento crítico, é necessário que o mesmo lance um olhar sobre a sua prática pedagógica, e que utilize diferentes estratégias de ensino, que estimulem o questionamento, o pensamento crítico, a argumentação, a reflexão e a tomada de decisão, como o enfoque Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS). Esse estudo objetivou analisar as estratégias de ensino empregadas na prática pedagógica de professores da educação básica, a partir da Educação CTS. Participaram 23 docentes, de diferentes áreas do conhecimento, do Ensino Fundamental e Médio, de uma escola pública estadual de Santa Maria/RS. Para a coleta de dados foi elaborado um questionário, e as respostas interpretadas a partir da Análise de Conteúdo.  Os resultados apontaram que as relações entre ciência e sociedade assumem diferentes características, posicionamentos e abordagens. E grande parte dos docentes tem conhecimento e formação sobre a abordagem CTS, entretanto, evidenciou-se uma concepção equivocada, associando a abordagem CTS com utilização de TICs. Os docentes utilizam estratégias de ensino diversificadas, que permitem uma maior participação, formação crítica, e desenvolvimento da tomada de decisão dos estudantes, visando a melhoria do processo ensino-aprendizagem.

Biografia do Autor

Vanessa Candito, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Mestra do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Químicas da Vida e Saúde// UFRGS. Especialista em Ciências Ambientais pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões. Especialista em Educação Ambiental pela Universidade Federal de Santa Maria 

Karla Mendonça Menezes, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Doutora em Educação Física. Doutoranda no PPG em Educação em Ciências: Química da Vida pela Universidade Federal de Santa Maria

Carolina Braz Carlan Rodrigues, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Doutora em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde pela Universidade Federal de Santa Maria. Licenciada em Educação Física. Mestra em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde

Sandra Mara Mezalira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Doutoranda em Educação em Ciências: Química da vida e saúde pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Mestre em Educação nas Ciências - área de Biologia, pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Maria Rosa Chitolina Schetinger, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Pós-doutora no Albert Einstein College of Medicine/USA (2015) Doutora em Ciências (Bioquímica) pela Universidade Federal do Paraná (1996). Mestra em Ciências Biológicas (Bioquímica) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1991)

Referências

ALMEIDA, M. P.; RODRIGUES, M. A. Reportagens como Recursos Didáticos para Articular Conceitos Químicos e Questões CTS com a Educação de Jovens e Adultos. Revista Ciências & Ideias, v. 9, n. 1, 2018.

AULER, D.; BAZZO, A. B. Reflexões para a Implementação do Movimento CTS no Contexto Educacional Brasileiro. Revista Ciência e Educação, v. 7, n. 1, p. 1-13, 2001.

AULER, D. Interações entre Ciência-Tecnologia-Sociedade no contexto da formação de professores de ciências. 2002. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2002.

AULER, D.; DELIZOICOV, D. Ciência-Tecnologia-Sociedade: Relações estabelecidas por professores de ciências. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v. 5, n. 2, 2006.

AULER, D. Enfoque Ciência-Tecnologia-Sociedade: pressupostos para o contexto brasileiro. Ciência & Ensino, v. 1, número especial, 2007.

AULER, D.; DELIZOICOV, D. Investigação de temas CTS no contexto do pensamento latino-americano. Linhas Críticas, v. 21, n. 45, 2015.

AZEVEDO, M. O.; QUARTIERI, M. T.; DEL PINO, J. C.; MARCHI, M. I. Júri Simulado e Phillips 66: Estratégias de ensino com alunos do 2º ano do Ensino Médio. Revista Prática Docente, v. 2, n. 2, p. 179-196, 2017.

BARDIN, L. Analise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Dispõe sobre as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília: Casa Civil, 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 29 abr. 2021.

BRASIL. Parâmetros curriculares nacionais: Ciências Naturais. Brasília: MEC/SEF, 1998 a.

BRASIL. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Brasília: MEC/SEF, 1998b. 174 p.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio. Brasília: MEC/SEMTEC, 1999.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Brasília: MEC/SEB, 2013. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/julho-2013-pdf/13677-diretrizes-educacao-basica-2013-pdf/file. Acesso em: 28 mar. 2021.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 28 mar. 2021.

CANDITO, V. et al. A prática educativa e sua relação com a abordagem CTS e os pressupostos freireanos. Research, Society and Development, v. 9, n. 9, 2020.

CANDITO, V. et al. A utilização do caso simulado como estratégia de ensino na formação continuada de docentes: uma abordagem CTS. Revista Formação@Docente, Belo Horizonte, v. 13, n. 1, jan./jun. 2021.

CARLAN, C. B. Influência de projetos pedagógicos interdisciplinares na atividade física habitual e no estado nutricional de escolares do ensino fundamental. 2020. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências: Químicas da Vida e Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2016.

CHASSOT, A. Para que (m) é útil o ensino? Ijuí: Unijuí, 2014.

DELIZOICOV, D.; ANGOTTI, J. A.; PERNAMBUCO, M. M. Ensino de Ciências: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2002.

FAÇANHA, A. A. B.; ALVES, F. C. Popularização das Ciências e Jornalismo Científico: possibilidades de Alfabetização Científica. Revista de Educação em Ciências e Matemática, v. 3, n. 26, p. 41-55, 2017.

FIRME, R. N.; AMARAL, E. M. R. Analisando a implementação de uma abordagem CTS na sala de aula de Química. Ciência & Educação, v. 17, n. 2, p. 383-399, 2011.

FLOR, C. C. Possibilidades de um caso simulado CTS na discussão da poluição ambiental. Ciência & Ensino, v. 1, número especial, 2007.

FRANCO, M. A. S. Práticas pedagógicas de ensinar-aprender: por entre resistências e resignações. Educação e Pesquisa, v. 41, n. 3, p. 601-614, 2015.

FREITAS, W. P. S.; QUEIRÓS, W. P. O cenário das pesquisas sobre formação de professores de ciências na perspectiva progressista. Investigações em Ensino de Ciências, v. 24, n. 1, p. 154-178, 2019.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2008.

ILHA, V. Contribuições da pesquisa colaborativa na prática pedagógica docente, utilizando a aprendizagem de projetos como estratégia de ensino. Tese (Doutorado em Educação em Ciências) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, 2016.

IMBERNÓN, F. Formação Continuada de Professores. Porto Alegre: Artmed, 2010.

KIST, D.; MÜNCHEN, S. A Educação CTS e os processos de formação e atuação docente em ciências: uma revisão bibliográfica. Tear: Revista de Educação Ciência e Tecnologia, v. 10, n. 1, 2021.

LIMA, A. P. S. Ensino multidisciplinar na melhoria do conhecimento nutricional no ensino fundamental. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, 2014.

LIMA, A. P. S. Formação continuada de professores de uma escola pública estadual, visando a inserção das TIC em sala de aula. Tese (Doutorado em Educação em Ciências) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, 2019.

LORENZETTI, L. Alfabetização científica no contexto das séries iniciais. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, 2000.

MANSOUR, N. Science teachers’ perspectives on Science-Technology-Society (STS) in Science Education. Eurasian Journal of Physics and Chemistry Education, v. 2, n. 2, p. 123-157, 2010.

MARQUES, S. G. Enfoque CTS no Brasil: olhar sobre as práticas implementadas no Ensino Médio. Monografia (Licenciatura em Ciências Exatas) - Universidade Federal do Pampa, Caçapava do Sul, RS, 2015.

MENEZES, M. K. Contribuições da pedagogia de projetos para a educação em saúde no contexto escolar. Tese (Doutorado em Educação em Ciências) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2021

NASCIMENTO, V. F. do. Ciências, tecnologias e sociedade na prática do professor de ciências: entre a formação e a sala de aula. Curitiba: Appris, 2020.

OLIVEIRA, S. de; GUIMARÃES, O. M.; LORENZETTI, L. Uma proposta didática com abordagem CTS para o estudo dos gases e cinética química utilizando a temática da qualidade do ar interior. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, v. 8, n. 4, set./dez. 2015.

PERRENOUD, P. Dez Novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artmed, 2000.

PINHEIRO, N. A. M.; SILVEIRA, R. M. C. F.; BAZZO, W. A. A relevância do enfoque CTS para o contexto do ensino médio. Ciência & Educação, v. 13, n. 1, p. 71-84, 2007.

RAMOS, T. C. et al. Educação CTS no itinerário formativo do PIBID: potencialidades de uma discussão a partir do documentário “a história das coisas”. Investigações em Ensino de Ciências, v. 23, n. 2, p. 18-48, 2018.

RIBEIRO, K. S.; SANTOS, D. F.; PRUDÊNCIO, C. A.V. Ciência, tecnologia e sociedade: formação de professores e aproximação universidade-escola. Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, Canoas, v. 9, n.1, 2020.

RODRIGUES, C. B. C. Intervenções no ambiente escolar visando a promoção da saúde. Tese (Doutorado em Educação em Ciências) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2020.

RODRÍGUEZ, A. S. M.; DEL PINO, J. C. Abordagem Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS): perspectivas teóricas sobre educação científica e desenvolvimento na América Latina. Tear: Revista de Educação Ciência e Tecnologia, v. 6, n. 2, 2017.

RODRÍGUEZ, A. S. M.; DEL PINO, J. C. O enfoque Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS) na reconstrução da identidade profissional docente. Investigações em Ensino de Ciências, v. 24, n. 2, 2019.

ROSO, C. C.; AULER, D. A participação na construção do currículo: práticas educativas vinculadas ao movimento CTS. Ciência & educação, v. 22, n. 2, p. 371-389, 2016.

ROSO, C. C.; AULER, D.; DELIZOICOV, D. Democratização em processos decisórios sobre CT: o papel do técnico. Alexandria: Revista Educação, Ciência e Tecnologia, Florianópolis, v. 13, n. 1, maio 2020.

ROSSI, D. S. Imagem corporal, aspectos nutricionais e atividade física em estudantes. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, 2014.

SANTOS, W. L. P.; MORTIMER, E. F. Tomada de decisão para ação social responsável no ensino de ciências. Ciência & Educação, Bauru, v. 1, n. 7, p.95-111, 2001.

SANTOS, W. L. P. Contextualização no Ensino de Ciências por Meio de Temas CTS em uma Perspectiva Crítica. Ciência & Ensino, v. 1, número especial, 2007.

SANTOS, R. A. DOS; ROSA, S. E. DA; AULER, D. A não neutralidade da ciência-tecnologia em abordagens CTS no contexto brasileiro. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 9., 2013, Águas de Lindoia. Anais [...]. Águas de Lindoia: ABRAPEC, 2013. p. 1-8. Disponível em: http://abrapecnet.org.br/atas_enpec/ixenpec/atas/resumos/R1279-1.pdf. Acesso em: 23 jun. 2021.

SANTOS, W. L. P.; SCHNETZLER, R. P. Educação em Química: Compromisso com a cidadania. Ijuí: UNIJUÍ, 2015.

SOUZA, N. S. B; ALMEIDA, A. C. P. C. Ensino de Ciências: O Enfoque CTS e a Ilha Interdisciplinar de Racionalidade (IIR). Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, Ponta Grossa, v.13, n. 3, p. 150-167, set./dez. 2020.

SOUZA, S. E. O uso de recursos didáticos no ensino escolar. In: ENCONTRO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO, 1., 2007, Maringá. Anais [...]. Maringá: UEM, 2007. Disponível em: http://www.dma.ufv.br/downloads/MAT%20103/2015-II/slides/Rec%20Didaticos%20-%20MAT%20103%20-%202015-II.pdf. Acesso em: 21 mar. 2021.

TEIXEIRA, P. M. Educação científica sob a perspectiva da pedagogia histórico-social e do movimento CTS no ensino de ciências. Ciência & Educação, v. 9, n. 2, p. 177-190, 2003.

VISINTAINER, D. S. R. Oficinas pedagógicas como estratégia para a promoção da saúde na formação docente continuada. Tese (Doutorado em Educação em Ciências) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, 2018.

WOLLMANN, E. M. Inserção da Educação Ambiental na formação de professores: das percepções, às práticas. Tese (Doutorado em Educação em Ciências) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, 2016.

Downloads

Publicado

2021-10-29

Como Citar

CANDITO, V.; MENDONÇA MENEZES, K.; BRAZ CARLAN RODRIGUES, C.; MEZALIRA, S. M.; CHITOLINA SCHETINGER, M. R. AS ESTRATÉGIAS DE ENSINO NA PRÁTICA PEDAGÓGICA DE PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA: : POSSIBILIDADES DE ARTICULAÇÃO DO ENFOQUE CTS. Revista Triângulo, Uberaba - MG, v. 14, n. 3, p. 21–41, 2021. DOI: 10.18554/rt.v14i3.5715. Disponível em: https://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/revistatriangulo/article/view/5715. Acesso em: 17 jan. 2022.