For a metaphysics of deixis

about the resurrection of the past in the linguistic life of deixis

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18554/rt.v15i1.5967

Palavras-chave:

Deixis. Past. Resurrection. Images. Spirit.

Resumo

Why to entitle an paper: “For a metaphysics of deixis”? First, because Bühler's theory of the spirit about deixis or “Bühler's ghost” itself means the world of virtualities which is created fantastically (an aspect which Bühler did not explain in detail) and, second, because the term “metaphysics” originally indicates a new way of dealing with the phenomenon little observed in the deixis which is the resurrection of the past in our indicial lives. I as soon as I point to something, I, at the same time, am leaving behind a life, a life which is indicial, full of signifiers, of which I cannot neglect them. With this act, I have already created a range of images in my mind regarding the apprehension of the object, with perception, I act, point, and speak. Already within the act of perceiving the object, before I even point to it, a series of coalescing images has already been created in my mind. The fundamental problem presented here is that it is not possible to think about existence without memory, just as it is not possible to think about the act of pointing (the deixis) without a retrospection of the past. 

 

Biografia do Autor

Caio César Costa Santos, Universidade Federal de Sergipe

Filósofo, Linguista e Psicanalista. Especialista em Psicologia Existencial Humanista e Fenomenológica pela Faculdade FAVENI. Mestre em Letras pela Universidade Federal de Sergipe.

Referências

BAR-HILLEL, Y. Expressões indiciais. In: DASCAL, M. (Org.) Fundamentos metodológicos da linguística: problemas, críticas e perspectivas da linguística. Tradução de Rodolfo IIari. Campinas: Ed. da UNICAMP, 1982, p. 23-49.

BENVENISTE, É. Problemas de linguística geral II. Tradução de Eduardo Guimarães. São Paulo: Pontes, 1989.

BERGSON, H. Memória e vida. Tradução de Claudia Berliner. São Paulo: Martins Fontes, 2006. .

BERGSON, H. Matéria e memória: ensaio sobre a relação do corpo com o espírito. Tradução de Paulo Neves. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

BUHLER, K. Teoria del lenguaje. Tradução de Julián Marías. Madrid: Revista de Occidente, 1967. Tradução de: Sprachtheorie. Jena. Gustav Fischer, 1934.

FILLMORE, C. Lectures on deixis. University of California: Berkeley, 1971.

HANKS, W. Língua como prática social: das relações entre língua, cultura e sociedade a partir de Bourdieu e Bakhtin. et al. Tradução de Ana Christina Bentes, Marco Antônio Rosa Machado, Marcos Rogério Cintra e Renato Cabral Rezende. São Paulo: Cortez, 2008.

LAHUD, M. A propósito da noção de dêixis. São Paulo: Ática, 1979.

LEVINSON, C. Pragmática. Tradução de Luís Carlos Borges e Aníbal Mari. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

LYONS, J. Semântica. Tradução de Wanda Ramos. Lisboa: Ed. Presença, 1977.

MERLEAU-PONTY, M. Fenomenologia da percepção. Tradução de Carlos Alberto Ribeiro de Moura. São Paulo: Martins Fontes, 2018.

SANTOS, C. C. C. Bons tempos aqueles: implicações na expansão do campo dêitico. Dissertação (Mestrado em Letras) - Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2014.

SANTOS, C. C. C. O problema da translocação espaço-temporal mecionado em Émile Benveniste no auge do estatuto da enunciação. RevLet - Revista Virtual de Letras, v. 11, n. 1, p. 38-52, 2019.

SANTOS, C. C. C. O itinerário fenomenológico da dêixis: uma visão panorâmica da imagem mental de Bühler In: MARTINS & SILVA, R. (Org.). Ensino de línguas: desafios e possibilidades. Rio de Janeiro: Mares Editores, v. 1, p. 126- 146, 2020a.

SANTOS, C. C. C. Deixis Am Phantasma: meditações em torno do significado ausente. Linguagem em Foco, v.12, n. 1, p. 134-147, 2020b.

Downloads

Publicado

2022-04-30

Como Citar

SANTOS, C. C. C. For a metaphysics of deixis: about the resurrection of the past in the linguistic life of deixis. Revista Triângulo, Uberaba - MG, v. 15, n. 1, p. 118–132, 2022. DOI: 10.18554/rt.v15i1.5967. Disponível em: https://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/revistatriangulo/article/view/5967. Acesso em: 3 dez. 2022.