Percepção dos egressos do curso de Ciências Biológicas sobre o ensino de Biologia na Educação Básica

Autores

  • Catarina Teixeira Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM
  • Camila Nascimento Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM

DOI:

https://doi.org/10.18554/rt.v15i1.5971

Palavras-chave:

ensino de biologia, Formação de professores, Ciências Biológicas

Resumo

Compreendendo a importância do curso de Ciências Biológicas na formação de professores de Biologia, o presente trabalho investigou a percepção dos egressos do curso de Ciências Biológicas de uma universidade pública do triângulo mineiro sobre o ensino de Biologia no ensino médio. Sendo assim, realizamos uma pesquisa de cunho qualitativo. Os dados da pesquisa foram coletados a partir de um questionário semiestruturado que investigou a percepção de 8 egressos do curso de Ciências Biológicas. Após uma análise profunda nos dados, baseado na Análise de Conteúdo, emergiram 3 categorias. De acordo com os egressos, as aulas expositivas relacionadas com aulas práticas são indispensáveis no processo de ensino aprendizagem. Os temas que geram curiosidade e interesse nos alunos, fazem parte principalmente do dia a dia deles. Os pontos negativos foram em sua maioria com relação a falta de recursos didáticos da escola. Por outro lado, as facilidades mencionadas são frutos de uma boa base educacional conseguidas na graduação. Enfim, é preciso discutir sobre o sistema educacional, as diversidades estruturais das escolas e utilizar metodologias diversas no processo de ensino aprendizagem durante a graduação, para que possibilite a mobilização dos saberes de formação profissional, disciplinares e experienciais que serão adquiridos na licenciatura.

Biografia do Autor

Catarina Teixeira, Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM

Graduada em Ciências Biológicas

Mestre e Doutora em Educação 

Professora no Instituto de Ciências Exatas, Naturais e Educação - ICENE

Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM

Camila Nascimento, Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM

Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Referências

AMARO, A.; PÓVOA, A.; MACEDO, L. A arte de fazer questionários. Cidade do Porto, 2005.

BORBA, J. B. Uma breve retrospectiva do ensino de biologia no Brasil. 2013. 30f. Monografia (Especialização em Educação: Métodos e Técnicas de Ensino). Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Medianeira, 2013.

BRANDÃO, Z., CANEDO, M. L., XAVIER, A., Construção solidária do habitus escolar: resultados de uma investigação nos setores público e privado. Revista Brasileira de Educação, n. 17. Abril. 2012. Disponível em: < http://148.215.2.11/articulo.oa?id=27522482011 >. Acesso em: 21 dez. 2017.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) Ensino Médio: orientações educacionais complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais. Vol. Ciências da natureza, matemática e suas tecnologias. Brasília: MEC/SEMTEC, 2002.

CAVALCANTE, D; SILVA, A. Modelos didáticos e professores: concepções de ensino-aprendizagem e experimentações. In: XIV Encontro Nacional de Ensino de Química, Curitiba, UFRP, julho de 2008. Disponível em: < http://www.quimica.ufpr.br/eduquim/eneq2008/resumos/R0519-1.pdf >. Acesso em: 20 nov. 2017.

CHARLOT, B. Os jovens e o saber: perspectivas mundiais. Porto Alegre: Artmed, 2001

ESCOLA-NOVA. In: MENEZES, E. T. de; SANTOS, T. H. dos. Dicionário Interativo da Educação Brasileira - Educabrasil. São Paulo: Midiamix, 2001. Disponível em: < http://www.educabrasil.com.br/escola-nova/ >. Acesso em: 08 out. 2017.

FURLANI, J. A Formação do Professor de Biologia no curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Santa Catarina: uma contribuição à reflexão. 1994. 154f. Dissertação (Mestrado em Educação), Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1994.

KRASILCHIK, M. Prática de ensino de biologia. 4. ed. São Paulo: USP, 2004.

LIMA, D. B. de; GARCIA, R. N. Uma investigação sobre a importância das aulas práticas de Biologia no Ensino Médio. Cadernos do Aplicação, Porto Alegre, v. 24, n. 1, p. 201-224. 2011. Disponível em: < http://seer.ufrgs.br/CadernosdoAplicacao/article/view/22262 >. Acesso em: 20 nov. 2017.

MINAYO, M. C. S. (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2001.

MORAES, R. Construtivismo e Ensino de Ciências: Reflexões epistemológicas e metodológicas. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2000.

MORAES, C. R.; VARELA, S. Motivação do aluno durante o processo de ensino aprendizagem. Revista Eletrônica de Educação, v.1, n.1, ago./dez. 2007. Disponível em: Acesso em: 21 dez. 2017

NARDI, R. A área de ensino de ciências no Brasil: fatores que determinaram sua constituição e suas características segundo pesquisadores brasileiros. 2005. 170f. Tese (Livre-Docência) – Faculdade de Ciências, Universidade Estadual Paulista, Bauru, 2005.

MORAN, J. M. O vídeo na sala de aula. Comunicação e Educação, v. 2, pág. 27 a 35, São Paulo, ECA-Ed. Moderna, 1995. Disponível em: < http://extensao.fecap.br/artigoteca/Art_015.pdf >. Acesso em: 20 set. 2017.

ROSA, M. I. P. (org). Formar: encontros e trajetórias com professores de ciências. São Paulo: Escrituras Editora, 2005.

SCHNETZLER, R. P. O professor de Ciências: problemas e tendências de sua formação. In: SCHNETZLER, R. P. & ARAGÃO, R. M. R. (Orgs.). Ensino de Ciências: fundamentos e abordagens. CAPES/PROIN/UNIMEP, Piracicaba, 2000, p.12-42.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Ed. Vozes, 2002.

TARDIF, M. Saberes profissionais dos professores e conhecimentos universitários. Revista brasileira de Educação, v. 13, n. 5, p. 5-24, 2000.Disponível em: < http://www.joinville.udesc.br/portal/professores/jurema/materiais/RBDE13_05_MAURICE_TARDIF.pdf >. Acesso em: 20 nov. 2017.

TORRES, P. L.; MARRIOTT, R. C. V. Mapas Conceituais. In TORRES, P.L. (Org.). Algumas vias para Entretecer o Pensar e o Agir. Curitiba: SENARPR, 2007.

Downloads

Publicado

2022-04-19

Como Citar

TEIXEIRA, C.; DA SILVA NASCIMENTO , C. Percepção dos egressos do curso de Ciências Biológicas sobre o ensino de Biologia na Educação Básica. Revista Triângulo, Uberaba - MG, v. 15, n. 1, p. 31–46, 2022. DOI: 10.18554/rt.v15i1.5971. Disponível em: https://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/revistatriangulo/article/view/5971. Acesso em: 7 out. 2022.