O papel da Filosofia na formação do(a) cientista da Educação

Autores

  • Daniel Cardoso Alves Universidade do Estado de Minas Gerais e Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.18554/rt.v15i1.6027

Palavras-chave:

Filosofia, Ciência, Pedagogia

Resumo

Este artigo se constitui metodologicamente como uma revisão de literatura e tem como objetivo geral evidenciar o papel da Filosofia na formação do pedagogo, o cientista da Educação. Para tanto, parte da seguinte questão central: qual o papel da Filosofia na formação do(a) cientista da Educação? Ancorando-se em uma literatura que concebe a Educação em sua dimensão filosófico-científica, tece considerações importantes acerca do conceito de Educação, Ciência, Filosofia, Pedagogia e Pedagogo. Dentre os seus achados, destaca-se a constatação de que a Filosofia vem sendo inserida nos currículos  dos cursos de Pedagogia do Brasil de forma panorâmica e pouco aprofundada, o que repercute, inevitavelmente, no conceito de Educação que prevalecerá entre os pedagogos. Como principal contribuição, a discussão exposta evidencia a importância da inseparabilidade entre Filosofia e Ciência para a formação integral do pedagogo, sobretudo no que diz respeito à compreensão radical do seu objeto de estudo e campo de atuação, defendendo, para tanto, que sem Filosofia, muito facilmente, o pedagogo tenderá a tornar-se um profissional que executa práticas e reproduz teorias, porém, pouco sobre ela pensa.

Referências

BRASIL. Conselho Nacional de Educação (CNE). Resolução CNE/CP Nº 01, de 15 de maio de 2006. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, licenciatura. Diário Oficial da União, Brasília, 16 de maio de 2006, Seção 1, p. 11. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_06.pdf. Acesso em 08 jan. 2022.

FOUCAULT, Michel. Le Souci de la Verite, Magazine Littéraire, n. 207, 1984.

FREIRE, Paulo. Educação como prática de liberdade. 3 ed. Rio de janeiro: Paz e Terra, 1979.

FREIRE, P. Extensão ou comunicação? tradução de Rosisca Darcy de Oliveira ¿ prefácio de Jacques Chonchol . 7. ed. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1983.

GATTI, Bernadete Angelina; NUNES, Mariana Muniz R. Formação de professores para o ensino fundamental: estudo de currículos das licenciaturas em pedagogia, língua portuguesa, matemática e ciências biológicas / Bernardete A. Gatti; Marina Muniz R. NUNES (org.) são Paulo: FCC/DPE, 2009.

LIBÂNEO, José Carlos. Diretrizes Curriculares da Pedagogia: imprecisões teóricas e concepção estreita da formação profissional de educadores. Educ. Soc., Campinas, vol. 27, n. 96 - Especial, out. 2006. Disponível em http://www.cedes.unicamp.br Acesso em: 08 jan. 2022.

LIBÂNEO, José Carlos. Pedagogia e pedagogos: inquietações e buscas. Educar. n. 17, Editora da UFPR, Curitiba, 2001.

PLATÃO. Mênon. Rio de Janeiro-São Paulo, Loyola PUC/Rio, 2001.

PLATÃO. O banquete-Fédon-Sofista-Político. 4. ed. São Paulo, Nova Cultural, 1987.

SARAMAGO, José. Memorial do Convento. Obras Completas. São Paulo: Companhia das Letras, 2014.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia: o espaço da Educação na Universidade. Cadernos de Pesquisa, v. 37. N. 130, jan./abr. 2007.

Downloads

Publicado

2022-04-25

Como Citar

CARDOSO ALVES, D. O papel da Filosofia na formação do(a) cientista da Educação. Revista Triângulo, Uberaba - MG, v. 15, n. 1, p. 77–90, 2022. DOI: 10.18554/rt.v15i1.6027. Disponível em: https://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/revistatriangulo/article/view/6027. Acesso em: 3 dez. 2022.