O ensino híbrido no contexto da pandemia

Autores

  • Julio Cesar Oliveira Bernardo Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM
  • Acir Mario Karwoski Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM

DOI:

https://doi.org/10.18554/rt.v15i2.6290

Palavras-chave:

Ensino remoto, Ensino híbrido, Educação

Resumo

A pandemia de Covid-19 trouxe desafios para o contexto educacional. Esta pesquisa, a partir de busca em plataforma de periódicos, objetivou investigar abordagens do Ensino Híbrido no contexto pós-início da pandemia. A partir do problema de pesquisa sobre o quanto essa prática de ensino pode fomentar as práticas pedagógicas atuais, a análise preliminar dos artigos encontrados, por meio de um estado da arte, demonstrou que o tema tem sido objeto de estudos em todos os níveis de ensino e apresenta três tendências no contexto educacional. Os resultados preliminares apontam mudanças possíveis, inovadoras e com potenciais desdobramentos para mais pesquisas.

Biografia do Autor

Julio Cesar Oliveira Bernardo, Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM

Doutorando em Educação (Universidade Federal do Triângulo Mineiro). Mestre em Educação (UFTM). Licenciado em Letras (UNIUBE). 

Acir Mario Karwoski, Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM

Pós-Doutorado (Universidade da Califórnia - UCSB). Doutorado em Letras: Estudos Linguísticos (Universidade Federal do Paraná - UFPR). Professor Associado do Departamento de Linguística e Língua Portuguesa (DLLP) da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM). 

Referências

ANDRÉ, M. E. D. A. Etnografia da prática escolar. 14. ed. Campinas: Papirus, 2008

BATES, Tony. Educar na era digital: design, ensino e aprendizagem . 1. ed. São Paulo: Artesanato Educacional, 2017. Disponível em http://www.abed.org.br/arquivos/Educar_na_Era_Digital.pdf Acesso em: 19 mar. 2022.

BBC NEWS (ed.). “Nativos digitais' não sabem buscar conhecimento na internet, diz OCDE. 2021. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/geral-57286155. Acesso em: 13 mar. 2022.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf

Acesso em: 01 de abril de 2020.

BRASIL. Portaria nº 544, de 16 de junho de 2020a. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais, enquanto durar a situação de pandemia do novo conoravírus - Covid-19, e revoga as Portarias MEC nº 343, de 17 de março de 2020, nº 345, de 19 de março de 2020, e nº 473, de 12 de maio de 2020. Diário Oficial da União. 2020a. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-544-de-16-de-junho-de-2020-261924872 . Acesso em: 10 mar. 2022.

BRASIL. Resolução CNE/CP nº 2, de 10 de dezembro de 2020b. Institui Diretrizes Nacionais orientadoras para a implementação dos dispositivos da Lei nº 14.040, de 18 de agosto de 2020, que estabelece normas educacionais excepcionais a serem adotadas pelos sistemas de ensino, instituições e rede escolares, públicas, privadas, comunitárias e confessionais, durante o estado de calamidade reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, p. 52, 11 dez. 2020d. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/resolucao-cne/cp-n-2-de-10-dedezembro-de-2020-293526006 . Acesso em: 27 set. 2021.

BRITO, J. M. DA S. A Singularidade Pedagógica do Ensino Híbrido. EaD em Foco, v. 10, n. 1, 23 jun. 2020. Disponível em: https://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/

article/view/948 Acesso em: 30 jun. 2022.

FERNANDES, Carlos Jorge da Silva Correia. MERCADO, Luis Paulo Leopoldo. Identidade, diferença e personalização no ensino híbrido: reflexões em tempos de pandemia, mas para além dela. ETD - Educação Temática Digital, [S. l.], v. 24, n. 1, p. 113–132, 2022. DOI: 10.20396/etd.v24i1.8665573. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8665573. Acesso em: 20 mar. 2022.

HORN, M. B.; STAKER, H. Blended: usando a inovação disruptiva para aprimorar a educação . Tradução: Maria Cristina Gularte Monteiro. Porto Alegre: Penso, 2015.

MORAN, J. Educação Híbrida: um conceito chave para a educação, hoje. In: BACICH, L.; NETO, A. T.; TREVISANI, F. M. (Orgs.). Ensino híbrido:

personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015. p.27-45.

MORAN, J. Metodologias ativas para uma aprendizagem mais profunda. In: BACICH, L.; MORAN, J. (Org.). Metodologias ativas para uma educação inovadora: uma abordagem teórico-prática. Porto Alegre: Penso, 2018.

NASCIMENTO, E. R. PADILHA, M. A. Aprendizagem por meio do ensino híbrido na educação superior: narrando o engajamento dos estudantes. Revista Diálogo Educacional, [S. l.], v. 20, n. 64, 2020. DOI: 10.7213/1981-416X.20.064.AO04. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/dialogoeducacional/article/view/25579. Acesso em: 21 jun. 2022.

NOVAIS, Ivanilda de Almeida Meira. Ensino híbrido: estado do conhecimento das produções científicas no período de 2006 a 2016. 143 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal de Maringá, Maringá - PR, 2017. Disponível em: http://www.ppe.uem.br/dissertacoes/2017/2017%20-%20Ivanilda%20Novais.pdf. Acesso em: 10 mar. 2022.

OPAS/OMS Brasil - Folha informativa – COVID-19 (doença causada pelo novo coronavírus). 2020. Disponível em: https://www.paho.org/pt/covid19. Acesso em: 20 maio 2021.

REIMERS, Fernando M.; SCHLEICHER, Andreas. A framework to guide an education response to the Covid-19 Pandemic of 2020. OECD, 2020. Disponível em: https://read.oecd-ilibrary.org/view/?ref=126_126988-t63lxosohs&title=A-framework-to-guide-an-education-response-to-the-Covid-19-Pandemic-of-2020 Acesso em: 15 mar. 2022

ROMANOWSKI, Joana Paulin; ENS, Romilda Teodora. As pesquisas denominadas do tipo “Estado da Arte” em educação. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 6, n. 19, p. 37-50, set./dez. 2006. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/24176 Acesso em: 20 mar. 2022.

TREVISANI, F. de M.; CORRÊA, Y. Ensino híbrido e o desenvolvimento de competências gerais da Base Nacional Comum Curricular. Revista Prâksis, [S. l.], v. 2, p. 43–62, 2020. DOI: 10.25112/rpr.v2i0.2208. Disponível em: https://periodicos.feevale.br/seer/index.

php/revistapraksis/article/view/2208. Acesso em: 29 jun. 2022.

UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura). No Dia da Educação, UNESCO chama atenção para a urgência de ações de enfrentamento após impacto da COVID-19. 2020. Disponível em: https://pt.unesco.org/news/no-dia-da-educacao-unesco-chama-atencao-urgencia-acoes-enfrentamento-apos-impacto-da-covid-19. Acesso em: 15 mar. 2022.

VASCONCELLOS, V. M. R. DE; N. SILVA, A. P. P.; SOUZA, R. T. O Estado da Arte ou o Estado do Conhecimento. Educação, v. 43, n. 3, p. e37452, 31 dez. 2020. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/37452 Acesso em: 15 mar. 2022.

YIN, Robert K. Pesquisa qualitativa do início ao fim. Porto Alegre (RS): Penso, 2016. 313p.

Downloads

Publicado

2022-08-12

Como Citar

BERNARDO, J. C. O.; KARWOSKI, A. M. O ensino híbrido no contexto da pandemia. Revista Triângulo, Uberaba - MG, v. 15, n. 2, p. 187–199, 2022. DOI: 10.18554/rt.v15i2.6290. Disponível em: https://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/revistatriangulo/article/view/6290. Acesso em: 6 out. 2022.