Elaboração de recurso digital de aprendizagem como material didático para o ensino de Bioquímica

Autores

  • Juarez Bezerra Regis Neto Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
  • Jerry Wendell Rocha Salazar Universidade Federal do Pará
  • João Batista Bottentuit Júnior Universidade Federal do Maranhão

DOI:

https://doi.org/10.18554/rt.v16i2.6838

Palavras-chave:

Ensino de Bioquímica, Recursos digitais, Material didático

Resumo

A disciplina de Bioquímica é conhecida como matéria acadêmica de difícil assimilação na qual grande parte dos alunos apresentam dificuldades de aprendizagem. Diante desta constatação, este trabalho buscou descrever o planejamento e elaboração de materiais didáticos baseados em ferramentas digitais multimídia para o ensino de bioquímica para alunos dos cursos superiores da área da saúde. Para subsidiar o desenvolvimento deste trabalho recorreu-se aos pressupostos teóricos defendidos por Pacheco e Coelho (2012), Aguiar e Flôres (2014) e Olinto et al. (2021), dentre outros. Para elaboração dos recursos digitais foi abordado o tema ‘Água: propriedades e importância para reações bioquímicas’. Optou-se pela elaboração de apresentação baseada em elementos de interface multimídia, do tipo linear, sendo produzidos slides, videoaula, podcast e glossário digital. A interface gráfica foi criada por meio do iSpring Suite, no formato SCORM. O glossário interativo foi estruturado com definições de diferentes termos. O podcast foi organizado com curiosidades e informações complementares a respeito do assunto. A videoaula foi gravada capturando-se a tela com apresentação de slides, e a sobreposição da imagem de webcam e voz. Diante dos materiais produzidos, supõe-se que a utilização de recursos didáticos apoiados em meios digitais, como vídeos, imagens e áudio podem colaborar para o aprimoramento das técnicas pedagógicas e expansão das experiências de aprendizado em bioquímica, frente às novas tecnologias.

Biografia do Autor

Juarez Bezerra Regis Neto, Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Mestrando em Saúde e Ambiente (PPGSA-UFMA). Especialista em Informática na Educação (IFMA). Professor da Faculdade de Educação Memorial Adelaide Franco (FEMAF).

Jerry Wendell Rocha Salazar, Universidade Federal do Pará

Doutorando em Educação (PPGED-UFPA). Mestre em Educação (PPGE-UFMA).

João Batista Bottentuit Júnior , Universidade Federal do Maranhão

Doutor em Ciências da Educação (UMINHO). Professor Associado do Departamento de Educação da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Referências

AGUIAR, E. V. B.; FLÔRES, M. L. P. Objeto de aprendizagem: conceitos básicos. In.: TAROUCO, L. M. R. et al. Objetos de Aprendizagem: teoria e prática. Porto Alegre: Evangraf, 2014.

ALCÂNTARA, N. R.; MORAES FILHO, A. V. Elaboração e utilização de um aplicativo como ferramenta no ensino de Bioquímica: carboidratos, lipídios, proteínas e ácidos nucleicos. Revista de Ensino de Bioquímica, v. 13, n. 3, p. 54-72, 2015.

ANDRADE, A. P. R. O uso das tecnologias na educação: computador e internet. 22 f. 2011. Monografia (Graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas) – Universidade de Brasília e Universidade Estadual de Goiás, Brasília, 2011.

ANDRADE, R. S. B.; SILVA, A. F.; ZIERER, M. S. Avaliação das dificuldades de aprendizado em Bioquímica dos discentes da Universidade Federal do Piauí. Revista de Ensino de Bioquímica, v. 15, n. 1, p. 24-39, 2017.

BANDEIRA, D. Materiais didáticos. Curitiba, PR: IESDE, 2009.

CARNEIRO, M. L. F.; SILVEIRA, M. S. Objetos de Aprendizagem como elementos facilitadores na Educação a Distância. Educar em Revista, p. 235-260, 2014.

COVIZZI, U. D. S.; ANDRADE, P. F. L. Estratégia para o ensino do metabolismo dos carboidratos para o curso de farmácia, utilizando metodologia ativa de ensino. Revista de Ensino de Bioquímica, v. 10, n. 1, p. 10-22, 2012.

FREIRE, E. P. Podcast na educação brasileira: Natureza, potencialidades e

implicações de uma tecnologia da comunicação. 2013. Tese (Doutorado em Educação) – Pósgraduação em Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2013.

GALAFASSI, F. P.; GLUZ, J. C.; GALAFASSI, C. Análise crítica das pesquisas recentes sobre as tecnologias de objetos de aprendizagem e ambientes virtuais de aprendizagem. Revista Brasileira de Informática na Educação, v. 21, n. 3, 2013.

HEIDRICH, D. N.; ANGOTTI, J. A. P. Implantação e avaliação de ensino semipresencial em disciplinas de bioquímica utilizando ambiente virtual de aprendizagem. Revista de Ensino de Bioquímica, v. 8, n. 1, p. 45-58, 2010.

LACERDA, A. L.; SILVA, Tatiana da. Materiais e estratégias didáticas em ambiente virtual de aprendizagem. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v. 96, n. 243, p. 321-342, 2015.

LEÃO, J. A. As Ferramentas de Interação do Ambiente Virtual de Aprendizagem: Instrumentos que Viabilizam as Inter-Relações entre Professores e Alunos. Revista Gestão Universitária, v. 16, n. 3, 2015.

LIMA, I. A. O.; REIS, L. M. Princípios teórico-metodológicos para elaboração de material didático de PLE e a necessidade de inclusão sistemática dessa discussão nos currículos de formação de professores. Revista A Cor das Letras, Feira de Santana, v. 18, n. 3, p. 194-206, set.-dez. 2017.

MANGUEIRA, S. T. I. P. Importância do ensino de Bioquímica para formação dos profissionais dos cursos de Ciências Biológicas e da Saúde. 2015. 55 f. Monografia (Licenciatura em Ciências Biológicas) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoal, 2015.

NITZKE, J. A.; CARNEIRO, M. L. F.; PASSOS, P. C. S. J.. Gestão do desenvolvimento de objetos de aprendizagem digitais. In: Sexta Conferencia Latinoamericana de Objetos de Aprendizaje y Tecnologia de la Educación-LACLO. p. 111-120, 2011.

OLINTO, S. C. F. et al. Produção de material didático complementar para aulas de anatomia humana do curso de nutrição. Revista Eletrônica Acervo Saúde, v. 13, n. 2, 2021.

OLIVEIRA ANDRADE, G.; OLIVEIRA, V. C. Informática na educação: Um olhar sobre a utilização das novas tecnologias no processo de ensino-aprendizagem. Educação, Cultura e Comunicação, v. 8, n. 15, 2017.

OLIVEIRA, A.; STADLER, P. C. Videoaulas: uma forma de contextualizar a teoria na prática. Universidade Positivo Online. Curitiba-PR, maio, 2014.

OLIVEIRA, L. F. et al. O uso de podcast na Educação a distância. Revista Cesuca Virtual: Conhecimento sem Fronteiras, v. 2, nº 4, 2015.

PACHECO, L. R. E.; COELHO, C. F. O material didático impresso como facilitador na educação a distância. SIED: EnPED-Simpósio Internacional de Educação a Distância e Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância 2012, 2012.

PINHEIRO, T. D. L. et al. Ensino de Bioquímica para acadêmicos de Fisioterapia: visão e avaliação do discente. Revista de Ensino de Bioquímica, v. 7, n. 1, 2009.

PIRES, C. L. L.. A elaboração de materiais didáticos no contexto da educação a distância. Cadernos do IL, n. 44, p. 165-184, 2012.

RANDO, A. L. B. et al. A importância do uso de material didático como prática pedagógica. Arquivos do Mudi, v. 24, n. 1, p. 107-119, 2020.

RODRIGUES, B. C.; GALEMBECK, E. Aminoácidos e proteínas: proposta de atividade prática sob uma abordagem investigativa. Revista de Ensino de Bioquímica, v. 9, n. 1, p. 41-50, 2011.

SANTOS, F. F. Um Modelo de Aplicação Pedagógica de uso de Podcast (MAPP): um estudo de caso de aplicação em Contexto Educacional. Monografia (Graduação) — Universidade de Brasília, Brasília, 2014.

SARAIVA, J. R. et al. Lasallecast: Produção do podcast como recurso pedagógico para educação a distância. Canoas. RS - Jul. 2018.

DE OLIVEIRA SBROGIO, Renata; VALENTE, Vânia Cristina Pires Nogueira. Preferências e disponibilidades de recursos educacionais: a produção slides por professores. Brazilian Journal of Development, v. 7, n. 2, p. 16226-16246, 2021.

SILVA, L. D.; LOPES, M. C. Uso de videoaulas como recurso didático: critérios de análise e seleção. Revista Contexto & Educação, v. 36, n. 115, 2021.

SILVEIRA, J. T.; ROCHA, J. B. T. Produção científica sobre estratégias didáticas utilizadas no ensino de Bioquímica: uma revisão sistemática. Revista de Ensino de Bioquímica, v. 14, n. 3, p. 7-21, 2016.

TABORDA, P. H. Guia Didático: elaboração de Podcast educacional. Produto educacional (Mestrado em Ensino de Ciência e Tecnologia) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa, 2021.

VAZ, J. M. C. et al. Material didático para ensino de biologia: possibilidades de inclusão. Revista brasileira de pesquisa em educação em ciências, v. 12, n. 3, p. 81-104, 2012.

UZ, C.; ORHAN, F.; BILGIÇ, G. Prospective teachers’opinios on the value of PowerPoint presentations in lecturing. Procedia Social and Behavioral Sciences. v. 2, p. 2051-2059, 2010.

Downloads

Publicado

2023-10-31

Como Citar

NETO, J. B. R. .; SALAZAR, J. W. R. .; JÚNIOR , J. B. B. Elaboração de recurso digital de aprendizagem como material didático para o ensino de Bioquímica. Revista Triângulo, Uberaba - MG, v. 16, n. 2, p. 108–124, 2023. DOI: 10.18554/rt.v16i2.6838. Disponível em: https://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/revistatriangulo/article/view/6838. Acesso em: 2 mar. 2024.