Cartas de Antônio Vieira e as armadilhas da leitura anacrônica

Autores

  • Moisés Laert Pinto Terceiro Universidade Federal de Uberlândia-UFU

DOI:

https://doi.org/10.18554/rs.v10i1.5528

Palavras-chave:

Anacronismo, Antônio Vieira, Cartas Jesuíticas.

Resumo

Este artigo buscou analisar uma carta escrita pelo padre jesuíta Antônio Vieira (1608-1697), e remetida ao rei D.João IV (1604-1656), datada de 06 de abril de 1654. A avaliação da carta partiu da tentativa de compreender determinados padrões a partir dos quais a epístola se produziu, levando em consideração seu modelo histórico. A análise busca, ainda, demonstrar prováveis choques de leitura ocorridos entre tempo de produção e tempo de recepção, a partir da problematização da leitura anacrônica. Para isso, foram trazidas à discussão posições teóricas divergentes, tanto favoráveis à tentativa de se eliminar leituras anacrônicas quanto contrárias ao uso do conceito anacronismo.

Biografia do Autor

Moisés Laert Pinto Terceiro, Universidade Federal de Uberlândia-UFU

Graduado em Letras pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM. Mestre em Estudos Literários pela Universidade Federal de Uberlândia - UFU. Doutorando em Estudos Literários pela Universidade Federal de Uberlândia - UFU. Professor de Ensino Básico na Rede Privada de Ensino em Uberaba-MG.

Referências

AGAMBEN, Giorgio. O que é o contemporâneo? e outros ensaios [tradução de Vinícius Nicastro Honesko], Chapecó-SC, Argos, 2009.

AZEVEDO, João Lúcio de. (João Lúcio de) 1855-1933. História de Antônio Vieira, tomo I. São Paulo: Alameda, 2008.

HANSEN, João Adolfo. Cartas do Brasil, Org. e notas João Adolfo Hansen, São Paulo: Hedra, 2003 (p.9-74).

_______, João Adolfo. Letras Coloniais e Historiografia Literária. Revista Matraga nº 18 /2006, Estudos Linguísticos e Literários, Rio de Janeiro-RJ, 2006. (p.13-44).

PÉCORA, Alcir. Arte das cartas jesuíticas do Brasil. Máquina de Gêneros. Campinas, SP: Editora da UNICAMP; São Paulo-SP: 2001.

¬¬_______, Alcir. Teatro do Sacramento: a unidade teológica-retórico-política dos sermões de Antonio Vieira. 2ª Ed. Campinas, SP: Editora da UNICAMP; São Paulo-SP: Editora da USP, 2008a.

________, Alcir. Cartas Volume I, Antônio Vieira; coordenação e notas J. Lúcio de Azevedo; prefácio Alcir Pécora,─ São Paulo: Globo, 2008b. (p.9-25).

RANCIÈRE, Jacques. O conceito de anacronismo e a verdade do historiador; História, verdade e tempo/Marlon Salomon (Org.), Chapecó-SC, Argos, 2011. (p.21-49).

VIEIRA, Antônio. Cartas, volume 1. coordenação e notas J.Lúcio de Azevedo; prefácio Alcir Pécora. São Paulo: Globo, 2008. (p.321-328).

Downloads

Publicado

2021-07-22