Levantamento de teses e dissertações que abordam o Programa Residência Pedagógica na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações

Autores

  • Luciana Caixeta Barboza Universidade Federal do Triângulo Mineiro http://orcid.org/0000-0001-6409-5529
  • Martha Maria Prata-Linhares Universidade Federal do Triângulo Mineiro

DOI:

https://doi.org/10.18554/rt.v15i2.6305

Palavras-chave:

Formação de Professores, Parceria Universidade-Escola, Pesquisa bibliográfica

Resumo

O Programa Residência Pedagógica (PRP), implementado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) em 2018, tem abrangência em uma diversidade considerável de instituições de Educação Básica e de Ensino Superior por meio das ações de residentes, preceptores, orientadores e estudantes da Educação Básica. Este trabalho, de natureza qualitativa, teve por objetivo realizar um levantamento bibliográfico inicial, na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD). Utilizou-se o termo entre aspas “Residência Pedagógica” na BDTD sem limite de data de início e finalizado em janeiro de 2022. Desse levantamento identificou-se 21 pesquisas de mestrado e doutorado que se referiam ao termo “Residência Pedagógica”. Após a leitura dos resumos das teses e dissertações excluiu-se os trabalhos que não tinham o PRP como objeto de pesquisa ou seus participantes, chegando-se a um quantitativo de sete dissertações de mestrado que atendiam aos parâmetros utilizados. Dos sete trabalhos, quatro tiveram como objeto de pesquisa as ações desenvolvidas no Programa e três apenas utilizaram residentes ou preceptores como sujeitos para criação de dados Desse levantamento, conclui-se que o campo de pesquisa sobre o PRP ainda se encontra em fase seminal.

Biografia do Autor

Luciana Caixeta Barboza, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Área: Ensino de Química

Departamento de Educação em Ciências, Matemática e Tecnologias (DECMT)
Instituto de Ciências Exatas, Naturais e Educação (ICENE)
Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM)

Martha Maria Prata-Linhares, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Doutora em Educação. Professora Associada da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) e docente permanente do Programa de Pós-graduação em Educação da UFTM, orientando no mestrado e doutorado.

Referências

ADAMS, F. W.; MELO, R. J.; NUNES, S. M. T. A importância do estágio para a formação inicial docente sob a ótica de licenciandos em educação do campo. Pesquisa e Debate em Educação, v. 11, n. 2, p. 1–19, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/RPDE/article/view/31985. Acesso em: 21 jun. 2022.

ALMEIDA, M. Residência pedagógica: As representações docentes dos licenciandos em história a partir da música. 2020. 325f. Dissertação (Mestrado em Formação de Professores) - Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2020. Disponível em: http://tede.bc.uepb.edu.br/jspui/handle/tede/3653. Acesso em 2 fev. 2022.

BECKER, E. P. Narrativas de formação continuada de professores de educação física: Programa Residência Pedagógica. 2020. 118f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2020. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/handle/1/22420. Acesso em 2 fev. 2022.

BRASIL. Lei nº 11.502, de 11 de julho de 2007. [Modifica as competências e a estrutura organizacional da fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES, de que trata a Lei no 8.405, de 9 de janeiro de 1992; e altera as Leis nos 8.405, de 9 de janeiro de 1992, e 11.273, de 6 de fevereiro de 2006, que autoriza a concessão de bolsas de estudo e de pesquisa a participantes de programas de formação inicial e continuada de professores para a educação básica]. Brasília: Casa Civil, 11 jul. 2007. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/lei/l11502.htm. Acesso em: 10 jul. 2022.

CASTILHO, D. C. Investigações acerca da história e filosofia da ciência com licenciandos em química. 2021. 130f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) - Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2021. Disponível em: http://www.bibliotecadigital.uel.br/document/?code=vtls000233126. Acesso em 2 fev. 2022.

CAVALCANTE FILHO, S. M. Metodologias ativas no Programa de Residência Pedagógica: Uma abordagem da aprendizagem baseada em projetos para o ensino de matemática. 2021. 206f. Dissertação (Mestrado em Formação de Professores). - Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2021. Disponível em: http://tede.bc.uepb.edu.br/jspui/handle/tede/3739. Acesso em: 2 fev. 2022.

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A.; SILVA, R. Metodologia científica. 6 ed. São Paulo: Person Prentice Hall, 2007.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR. Plataforma Sucupira. Cursos Avaliados e Reconhecidos. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/programa/quantitativos/quantitativoAreaAvaliacao.xhtml. Acesso em 6 jul. 2022.

CORREIA, D. G. M. Formação docente em cursos de licenciatura da UFSM: Sobre políticas curriculares e discussões de gênero e de sexualidades. 2021. 144f. Dissertação (Mestrado em Políticas Públicas e Gestão Educacional) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2021. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/handle/1/23374. Acesso em 2 fev. 2022.

DINIZ-PEREIRA, J. E. A construção do campo da pesquisa sobre formação de professores. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, v. 22, n. 40, p. 145-154, jul./dez. 2013. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-70432013000200013&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 21 jun. 2022.

FARIA, J. B.; DINIZ-PEREIRA, J. E. Residência pedagógica: afinal, o que é isso? Revista Educação Pública, v. 28, n. 68, p. 333-356, maio-agosto, 2019. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica/article/view/8393. Acesso em 14 mar. 2022.

FONTANA, R.A.C. Como nos tornamos professoras? Belo Horizonte, MG: Autêntica, 2000.

GALIZA, L. S.; SILVA, J. G.; SILVA, M. A. A. As contribuições do PIBID para a formação continuada dos professores da Educação Básica: algumas reflexões dos professores supervisores. Kiri-kerê: Pesquisa em Ensino, v. 1, n. 5, nov. 2020. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/kirikere/article/view/32534. Acesso em: 14 mar. 2022.

FRANCHI, G. O. O. M. A formação docente para a educação superior: o balanço de produções na ANPED (2011-2017). In: BRANDT, A. G.; MAGALHÃES, N. R. S.; SILVA, F. L. G. R. Didática e formação de professores: desafios e perspectivas da articulação 1.ed entre teoria e prática - volume 2. Curitiba-PR: Bagai, 2021.

LIMA, D. M.; COSTA, M. A. P.; SANTOS, J. H.; SIMÕES, G.; PROCÓPIO, R.; CELY, E.; POLATI, C. Host in the period supervised curriculum internship in Physical Education. Research, Society and Development, v. 10, n. 16, 2021. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/23283. Acesso em 28 maio 2022.

LIMA, M. S. L. Reflexões sobre o estágio/prática de ensino na formação de professores. Revista Diálogo Educacional, v. 8, n. 23, p.195-205, jan./abr. 2008. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1981-416X2008000100012&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 28 maio 2022.

MEDEIROS, L. Estado da arte das teses e dissertações sobre estágio supervisionado: as tendências dos estudos de estágio supervisionado. Curitiba: CRV, 2016.

MIRANDA, L. L.; OLIVEIRA, P. S. N.; SOUZA FILHO, J. A.; SOUSA, S. K. R. B. A relação Universidade-Escola na formação de professores: Reflexões de uma pesquisa-intervenção. Psicologia: Ciência e Profissão, v. 38, n. 2, p. 301-315, abr/jun, 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pcp/a/BPBhjfZVCbPR7YrXVF4jHzg/abstract/?lang=pt. Acesso em: 23 abr. 2022.

NACARATO, A. M. A parceria universidade-escola: utopia ou possibilidade de formação continuada no âmbito das políticas públicas? Revista Brasileira de Educação, v. 21, n. 66, p. 699-716, jul-set, 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbedu/a/Mm8xztGfGW37CXqyVcWWDbK/abstract/?lang=pt. Acesso em: 14 mar. 2022.

PAPI, S. O. G.; MARTINS, P. L. O. As pesquisas sobre professores iniciantes: algumas aproximações. Educação em Revista, v. 26, n. 3, p.39-56, 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/j/edur/a/QbJB85vQGCry6s56Nz9dQdP/?lang=pt. Acesso em 18 jul. 2022.

PEREIRA, L. L.; REIS, R. C.; OLIVEIRA, H. R. Relações tecidas entre a universidade e as escolas de Educação Básica por meio dos estágios supervisionados de cursos de licenciatura. Educação em Foco, v. 24, n. 44, p.352-373, 2021. Disponível em: https://revista.uemg.br/index.php/educacaoemfoco/article/view/5633. Acesso em: 23 abr. 2022.

PIMENTA, S. G.; LIMA, M. S. L. Estágio e Docência: diferentes concepções. Revista Poíesis, v.3, n. 3-4, p.5-24, 2006. Disponível em: https://revistas.ufg.br/poiesis/article/view/10542. Acesso em: 14 mar. 2022.

PRADO, B. M. S. Programa de Residência Pedagógica/CAPES: Formação diferenciada de professores em cursos de pedagogia? 2020. 312f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Católica de Santos, Santos, 2020. Disponível em: https://tede.unisantos.br/handle/tede/6241. Acesso em 2 fev. 2022.

RIBEIRO, A. T.; BEJARANO, N. R. R. Formação em serviço de professores de química: A história de Marina. Investigações em Ensino de Ciências, v. 14, n. 3, p.357-375, 2009. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/275970671_FORMACAO_EM_SERVICO_DE_PROFESSORES_DE_QUIMICA_A_HISTORIA_DE_MARINA. Acesso em 28 maio 2022.

ROMANOWSKI, J. P.; ENS, R. T. As pesquisas denominadas do tipo “estado da arte” em educação. Diálogo Educacional, v. 6, n. 19, p. 37-50, 2006. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/1891/189116275004.pdf. Acesso em 18 jul. 2022.

ROSA, J. R. M. V.; OHIRA, M. A.; BACCON, A. L. P.; LUCAS, L. B. O estado da arte sobre formação inicial de professores. Crítica Educativa, v. 6, n. 1, p. 1–13, 2020. Disponível em: https://www.criticaeducativa.ufscar.br/index.php/criticaeducativa/article/view/425. Acesso em 28 maio 2022.

SANTANA, F. C. M.; BARBOSA, J. C. A relação universidade/escola e o Programa Residência Pedagógica/subprojeto de matemática: Estratégias de poder e modos de subjetivação. Revista Sergipana de Matemática e Educação Matemática, v. 4 n. 2, p. 1-24, 2019. Disponível em: https://seer.ufs.br/index.php/ReviSe/article/view/11755. Acesso em 23 abr. 2022.

SILVA, N. M. A. O conceito de natureza a partir das representações sociais dos participantes da residência pedagógica. 2019. 80f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) - Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2019. Disponível em: http://tede.bc.uepb.edu.br/jspui/handle/tede/3344. Acesso em 2 fev. 2022.

SILVA, W. D. A.; SANTANA, A. J. S.; MOTA, M. D. A. O estágio curricular supervisionado das licenciaturas na pandemia: percepções de professores formadores. Linhas Críticas, v. 28, p.1-17, 2022. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/linhascriticas/article/view/42239. Acesso em: 21 jun. 2022.

VOSGERAU, D.S.R.; ROMANOWSKI, J.P. Estudos de revisão: implicações conceituais e metodológicas. Revista diálogo educacional, v. 14, n. 41, p.165-189, 2014. Disponível em: https://pucpr.emnuvens.com.br/dialogoeducacional/article/view/2317/2233. Acesso em 23 abr. 2022.

Downloads

Publicado

2022-08-12

Como Citar

BARBOZA, L. C.; MARIA PRATA-LINHARES, M. . Levantamento de teses e dissertações que abordam o Programa Residência Pedagógica na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações. Revista Triângulo, Uberaba - MG, v. 15, n. 2, p. 114–126, 2022. DOI: 10.18554/rt.v15i2.6305. Disponível em: https://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/revistatriangulo/article/view/6305. Acesso em: 7 out. 2022.