TÁ EM PROMOÇÃO? O VALOR DO LATIM NO MERCADO DOS BENS SIMBÓLICOS

Autores

  • Rosimar Serena Siqueira Esquinsani Universidade de Passo Fundo / UPF http://orcid.org/0000-0002-6918-2899
  • Valdocir Antonio Esquinsani Universidade de Passo Fundo/UPF

DOI:

https://doi.org/10.18554/it.v14iEspecial.5633

Palavras-chave:

Língua Latina, Bens simbólicos, Pierre Bourdieu, Ensino de latim

Resumo

Quanto vale, para um profissional de Letras, saber Latim?  Para responder a esta questão, foi realizada uma pesquisa de perspectiva epistemológica pluralista, pautada por uma metodologia analítico-reconstrutiva, considerando como corpus empírico a grade curricular do curso de Letras em 40 (quarenta) instituições de Ensino Superior.  O texto assume dois tópicos de exposição: a) a aplicabilidade e ensino da Língua Latina e, b) a discussão sobre o ‘valor’ do Latim no mercado dos bens simbólicos (BOURDIEU).  No primeiro tópico infere que, dependendo da profissão e dos vínculos sociais de uma pessoa, é provável que ela utilize diariamente ao menos uma expressão, sentença ou termo da Língua Latina.  No segundo tópico, analisa as matrizes curriculares de 40 cursos de Letras ofertados na Região Sul do Brasil, mostrando uma tendência ao enxugamento do ensino da Língua Latina nos currículos atuais dos cursos, mantendo-se tal componente prioritariamente em Instituições de Ensino Superior públicas e, quando em IES comunitárias, com carga horária reduzida.  Se a Língua Latina continua presente no cotidiano, porém não é acessada por todos, ela passa a ser um ponto de diferenciação, um bem de troca na economia das trocas simbólicas (BOURDIEU, 2011).  Assim o texto discute os achados empíricos a partir da leitura de Pierre Bourdieu, concluindo que escolhas curriculares que relegam o latim a um estatuto de supérfluo, dentro da lógica bourdieusiana, reconhecem tacitamente que o acesso ao conhecimento da língua latina seria um código de distinção, desconsiderando os eventuais benefícios do estudo do latim à tessitura do sujeito intelectual.

Biografia do Autor

Rosimar Serena Siqueira Esquinsani, Universidade de Passo Fundo / UPF

Doutora em Educação.  Professora e pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Educação - Faculdade de Educação - Universidade de Passo Fundo.  Bolsista Pq/CNPq

Valdocir Antonio Esquinsani, Universidade de Passo Fundo/UPF

Mestre em Letras.  Professor da Universidade de Passo Fundo / UPF.

Referências

ALMEIDA, Napoleão Mendes de. Gramática latina. São Paulo: Saraiva, 2000.

ANDRADE, Elias Alves de. Prefácio. In: LIMA, Carolina Akie Ochiai Sexas (Org.). Guia de estudos latinos. Cuiabá: Edufmt, 2012, p. 9-10.

BOURDIEU, Pierre. Questões de sociologia. Rio de Janeiro: Marco Zero, 1983.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Lisboa: Difel, 1989.

BOURDIEU, Pierre. Escritos de Educação. Petrópolis: Vozes, 1998

BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas simbólicas. 7. ed. São Paulo: Perspectiva, 2011.

BOURDIEU, Pierre.. Razões práticas: sobre a teoria da ação. Trad. Mariza Corrêa. 6ª Ed. Campinas, SP: Papirus, 2008.

ESTEBAN, Maria Paz Sandín. Pesquisa Qualitativa em Educação: fundamentos e tradições. Porto Alegre: Mc Graw Hill, 2010.

NOGUEIRA, Cláudio Marques Martins; NOGUEIRA, Maria Alice. A Sociologia da educação de Pierre Bourdieu: Limites e contribuições. Educação & Sociedade, ano XXIII, no 78, Abril/2002, pp. 15-36.

GUIA do Estudante. 6 motivos pelos quais você deveria estudar Latim. 23 de dezembro de 2020. Disponível em: <6 motivos pelos quais você deveria estudar Latim | Guia do Estudante (abril.com.br)>. Acesso em 22 de junho de 2021.

GOODMAN, Ken. Introdução à linguagem integral. Trad. Marcos A.G. Domingues. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

VIARO, Mário Eduardo. A importância do Latim na atualidade. Revista de Ciências Humanas e Sociais. São Paulo: Unisa, v. 1, n. 1, 1999. p. 7-12.

VIRGÍLIO. Eneida. São Paulo: Martin Claret, 2005. 449 p.

Downloads

Publicado

2021-12-31

Como Citar

ESQUINSANI, R. S. S.; ESQUINSANI, V. A. TÁ EM PROMOÇÃO? O VALOR DO LATIM NO MERCADO DOS BENS SIMBÓLICOS. InterteXto, Uberaba, v. 14, n. Especial, p. 320–333, 2021. DOI: 10.18554/it.v14iEspecial.5633. Disponível em: https://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/intertexto/article/view/5633. Acesso em: 4 out. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS DOSSIÊ "Um panorama do estudo do latim no Brasil"